Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel de triptofano/serotonina na regulação das respostas fisiológicas ao estresse térmico em pintos de corte

Resumo

O presente projeto tem como objetivo investigar a participação da serotonina encefálica e do seu precursor triptofano na regulação da atividade de termoefetores de frio (termogênese e vasoconstrição periférica) e de calor (vasodilatação periférica e taquipnea térmica) em pintainhos de frangos de corte na primeira semana de vida pós-eclosão. Para isso, serão mensurados temperatura corporal, consumo de oxigênio (índice de termogênese), ventilação pulmonar (taquipnea térmica ao calor ou hiperpnea ao frio) e índice de perda seca de calor (a partir de temperatura da pele por termografia infravermelha) em pintainhos: 1) com inibição e ativação da Rafe (região encefálica onde se concentram os neurônios serotoninérgicos); ou 2) com lesão específica dos neurônios serotoninérgicos; ou 3) com alteração do conteúdo de triptofano na ração. Os experimentos serão realizados em condições de frio (26oC), calor (37oC) ou ambiente termoneutro (31oC). As lesões dos neurônios serotoninérgicos serão realizadas com injeção local de anti-SERT-SAP e confirmadas com imunohistoquímica para serotonina. As inibições e ativações da Rafe serão realizadas com microinjeção local de antagonista e agonista de receptor GABA (neurotransmissor inibitório) e antagonista de receptor de Glutamato (neurotransmissor excitatório). As rações com diferentes proporções de triptofano terão aumento de 30% ou redução de 30% em seu conteúdo. (AU)