Busca avançada
Ano de início
Entree

"Reformas e Adequações do Biotério de Manutenção e Experimentação em Roedores - Etapa 1-"

Resumo

Levando-se em consideração que a construção do Biotério atual da Faculdade de Odontologia de Araçatuba - Unesp data de 1976 e, por isso, não atende às demandas dos pesquisadores bem como à atual legislação, são necessárias reformas e melhorias no setor. Por este motivo a Congregação da Unidade decidiu direcionar a Aplicação da Reserva Técnica Institucional Fapesp para realização de Reformas e Adequações de Biotérios. Para tanto, desde 2013 os recursos têm sido utilizados para atendimento desta demanda. Desta forma, a RTI FAPESP de 2013 intitulada "Reformas e Adequações de Biotério - Fase 1" deu origem ao Biotério de Manutenção e Experimentação em Coelhos. A RTI Fapesp 2014, "Reformas e Adequações de Biotério - Fase 2" possibilitou a contratação de um projeto de engenharia para a realização das reformas e adequações necessárias ao Biotério de Manutenção e Experimentação em Ratos. Devido à sua complexidade, as adequações foram projetadas para serem executadas em Etapas, conforme prioridades definidas pelos pesquisadores. Assim, atendendo à demanda dos pesquisadores, o recurso da Reserva Técnica Institucional Fapesp de 2019, somado aos saldos dos anos anteriores, terá sua destinação voltada às "Reformas e Adequações do Biotério de Manutenção e Experimentação em Roedores - Etapa 1". Assim, a Faculdade de Odontologia de Araçatuba poderá ampliar sua capacidade de pesquisa e de captação de recursos, fortalecendo os grupos de pesquisa e os programas de Pós-Graduação e, por consequência, elevar o nível das pesquisas ao padrão internacional de publicação. (AU)