Busca avançada
Ano de início
Entree

A melatonina na retomada da meiose e desenvolvimento embrionário in vitro em bovinos

Resumo

A melatonina (MEL) é uma indolamina que pode atuar na competência reprodutiva, ter atividade antioxidante e antiapoptótica, assim como influenciar diferentes vias de sinalização celular. Estudos in vitro têm apontado efeitos benéficos da utilização de MEL na maturação (MIV) e cultivo in vitro (CIV) de oócitos e embriões bovinos, respectivamente. Além disso, a MEL é capaz de induzir a retomada da meiose, porém o mecanismo pelo qual este estímulo ocorre ainda é desconhecido. Neste estudo, propomos investigar o envolvimento do fator promotor da maturação (MPF) na retomada da meiose estimulada pela MEL, assim como seu efeito no desenvolvimento, qualidade e criotolerância de embriões bovinos produzidos in vitro. No experimento 1, complexos cumulus-oócitos (CCOs) serão submetidos à MIV na presença de 10-9 M MEL ou de FSH (0,5 µg/ml, controle positivo) por 0, 6, 9 e 12 h quando serão coletados e avaliados quanto à presença da proteína CDK1 (unidade catalítica do MPF) fosforilada (indicador de ativação do MPF) e na forma total. No experimento 2, a MEL será suplementada ao meio de MIV por 24 h em associações com gonadotrofinas: 1) FSH; 2) FSH+LH; 3) MEL; 4) FSH+MEL e 5) FSH+LH+MEL. Os oócitos serão avaliados quanto à progressão da meiose (% de MII). A melhor combinação de MEL e gonadotrofinas (maior % de MII) será utilizada no experimento 3 em que CCOs maturados serão submetidos à fertilização in vitro (FIV), seguida de CIV com MEL (0, 10-11, 10-9 e 10-7 M). Os embriões serão avaliados quanto à taxa de clivagem e de blastocistos, e análise da qualidade por TUNEL. No experimento 4, o tratamento com melhores taxas de desenvolvimento do experimento 3 será avaliado quanto à criotolerância, em que os embriões serão vitrificados, aquecidos e submetidos à CIV por até 72h para determinar a taxa de reexpansão e eclosão embrionária. O grupo controle terá embriões produzidos sem a presença de melatonina. Espera-se contribuir para a compreensão do mecanismo pelo qual a MEL pode estimular a retomada da meiose e também averiguar seu uso no processo de PIV visando a melhoria da qualidade embrionária em bovinos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)