Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel dos exossomos na sinalização extracelular de diferentes subgrupos moleculares de meduloblastomas pediátricos

Processo: 19/11392-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2020 - 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Elvis Terci Valera
Beneficiário:Elvis Terci Valera
Instituição-sede: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (HCMRP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Luiz Gonzaga Tone ; Wilson Araújo da Silva Junior
Assunto(s):Meduloblastoma  Pediatria  Oncologia pediátrica 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Exosomas | Genética de Tumores | Meduloblastoma | Pediatria | tumor cerebral | Oncologia Pediátrica

Resumo

O meduloblastoma (MB) é a neoplasia maligna cerebral mais frequente em crianças e adolescentes. Considerado uma doença geneticamente heterogênea, os MBs são subdivididos em quatro subgrupos moleculares (WNT, Shh, Grupo 3 e Grupo 4), cada qual com suas particularidades clínicas e genéticas. Os exossomos são vesículas secretadas pelas células, principalmente sob condições de estresse celular. Os exossomos contém em seu interior proteínas, lipídios, fragmento de DNA, mRNA e também miRNA. Estas vesículas tem sido implicados na tumorogênese, particularmente na progressão tumoral e promoção de metástase. Pouco se conhece, no entanto, sobre o papel dos miRNAs nessa cadeia de sinalização intracelular em MB. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)