Busca avançada
Ano de início
Entree

Prospecção de marcadores associados a processamento proteolítico em amostras de plasma de pacientes com melanoma

Processo: 19/07282-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2020 - 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:André Zelanis Palitot Pereira
Beneficiário:André Zelanis Palitot Pereira
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Pesq. associados:Adriana Franco Paes Leme ; Miyuki Uno ; Roger Chammas
Assunto(s):Plasma  Biópsia líquida  Melanoma  Neoplasias  Proteômica 

Resumo

Melanoma é um tipo de câncer de pele agressivo, potencialmente letal, com número crescente de casos anuais (maior do que qualquer outro tumor sólido). Uma vez que a composição de proteínas (proteoma) de células tumorais representa uma descrição do status celular, a avaliação de padrões de expressão proteica em amostras de biópsias pode levar à descoberta de marcadores relacionados ao câncer e a novos alvos de drogas. No contexto do desenvolvimento tumoral, o processamento proteolítico desempenha importante papel, favorecendo a dispersão de células tumorais para sítios distantes (metástase) e mediando eventos de sinalização celular de maneira irreversível. Desta forma, o principal objetivo deste projeto é interrogar o Biobanco do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP) no intuito de validar marcadores prognósticos já identificados em plasma de pacientes com melanoma. Os resultados permitirão a obtenção de um panorama sistêmico da sinalização proteolítica em melanoma, com um significativo potencial translacional , contribuindo também para o entendimento da progressão do melanoma. (AU)