Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso de crioconservantes durante o armazenamento sob atmosfera controlada de mangas Palmer a baixas temperaturas

Processo: 19/15116-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2020 - 31 de março de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Gustavo Henrique de Almeida Teixeira
Beneficiário:Gustavo Henrique de Almeida Teixeira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Sorbitol  Respiração celular  Fisiologia pós-colheita  Glicerol 

Resumo

A manga (Mangifera indica L) é um fruto muito apreciado por suas características de sabor, aroma, coloração e composição nutricional, além de exercer um importante papel na economia brasileira. No entanto, por se tratar de um fruto climatérico a vida útil pós-colheita é bastante limitada, tanto em condição ambiente (25 °C) quanto sob baixas temperaturas (< 13 ºC). Nestas condições, a ocorrência do distúrbio fisiológico conhecido como chilling injury limita o armazenamento deste fruto para no máximo 30 dias. Uma alternativa para aumentar a vida útil seria a utilização da atmosfera controlada (AC), porém o efeito desta tecnologia na qualidade dos frutos de mangueira também é limitado, pois a AC é uma tecnologia que deve ser associada ao frio. Assim, para contornar essas limitações de armazenamento se propõem o uso de substâncias anticongelantes e/ou crioconservantes que na indústria de alimentos são utilizados para melhorar a qualidade e prolongar a vida de prateleira de produtos congelados através da proteção do tecido biológico contra os danos causados pelas baixas temperaturas. Desta forma, o objetivo geral deste trabalho é verificar a possibilidade do uso de crioconservantes (propileno glicol, glicerol e sorbitol) durante o armazenamento de mangas sob baixas temperaturas (< 13 ºC) e por objetivos específicos: i. Possibilitar o armazenamento de mangas 'Palmer' a temperaturas abaixo de 13 ºC (10, 5 e 1 ºC), ii. Associar o uso da AC (5 kPa O2 e 5 kPa CO2 ) a baixas temperaturas e iii. Aumentar a vida útil pós-colheita para mais de três meses. (AU)