Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação prospectiva da produção de mediadores lipídicos na resposta imune contra COVID-19: busca de biomarcadores e novos alvos terapêuticos na evolução da doença

Processo: 20/05207-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2020 - 30 de abril de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Lúcia Helena Faccioli
Beneficiário:Lúcia Helena Faccioli
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Ana Paula Morais Fernandes ; Carlos Arterio Sorgi ; Cristina Ribeiro de Barros Cardoso ; Fernando Crivelenti Vilar ; Isabel Kinney Ferreira de Miranda Santos ; José Joaquim Ribeiro da Rocha ; Luiz Gustavo Araujo Gardinassi ; Marley Ribeiro Feitosa ; Omar Feres ; Rogerio Serafim Parra ; Sandra Regina Costa Maruyama
Vinculado ao auxílio:14/07125-6 - Novos aspectos funcionais dos eicosanóides, AP.TEM
Assunto(s):Infecções por Coronavirus  COVID-19  Coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2  Pandemias  Marcadores inflamatórios  Biomarcadores  Citocinas  Glicoproteínas  Esfingolipídios  Eicosanoides  Hormônios esteroides gonadais  Glicosilação  Imunoglobulina G  Espectrometria de massas  Expressão gênica 

Resumo

Devido à grande disseminação do novo coronavírus SARS-COV-2 vivemos uma pandemia. A doença COVID-19, causada por este coronavírus, pode cursar com complicações moderadas a graves, especialmente em pacientes homens, idosos e/ou os que apresentam doenças de base. Os casos graves apresentam a "tempestade de citocinas", com resposta inflamatória exacerbada no pulmão, o órgão mais afetado. Este projeto busca, portanto identificar fatores moleculares de suscetibilidade e resistência, assim como biomarcadores de susceptibilidade e da evolução clínica na COVID-19. Para tal, investigaremos o perfil inflamatório dos pacientes detectando e quantificando mediadores lipídicos, incluindo eicosanoides, hormônios esteroides e compostos derivados de esfingolipídios e ceramidas, para buscar uma possível associação com os desfechos clínicos da COVID-19 e com componentes da resposta imune, como citocinas, quimiocinas e perfis de N-glicanas de Ecs de IgGs. Em abordagem de estudo caso-controle serão recrutados participantes controles (não infectados e assintomáticos) e pacientes atendidos no Hospital São Paulo da cidade de Ribeirão Preto, que serão avaliados clínica e laboratorialmente pelos médicos responsáveis pelo atendimento; comprovação da infecção com SARS-COV-2 será feita em todos os participantes. Do sangue de participantes será obtido plasma e leucócitos (buffy coat). No plasma serão quantificados mediadores inflamatórios proteicos, como também eicosanoides, hormônios esteroides, compostos derivados de esfingolipídios e ceramidas. Para tanto, através da utilização de espectrometria de massas, propomos uma abordagem multidisciplinar para identificação de biomarcadores lipídicos relacionados com o processo inflamatório na COVID-19. Os perfis de N-glicanas nas Fcs de IgGs serão avaliados, conforme experiência prévia da equipe. As células obtidas serão congeladas em Trizol, para posterior extração de RNA e análise de expressão gênica. Com estes resultados, espera-se compreender de forma mais detalhada, a fisiopatologia da COVID-19, estabelecer marcadores de evolução e morbidade da doença, assim como novos alvos para intervenções terapêuticas nos pacientes infectados por SARS-COV-2. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pós-doutorado em bioquímica na USP de Ribeirão Preto