Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito anti-inflamatório da triancinolona e do plasma rico em plaquetas em células de epicondilite lateral do cotovelo

Processo: 19/13468-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2020 - 31 de março de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Silvana Artioli Schellini
Beneficiário:Silvana Artioli Schellini
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Alexandre Todorovic Fabro ; Claudia Aparecida Rainho ; Magda Massae Hata Viveiros ; Márcia Guimarães da Silva ; Márcio Eduardo de Melo Viveiros
Assunto(s):Triancinolona  Cultura de células  Ortopedia  Cotovelo  Plasma rico em plaquetas 

Resumo

Objetivos: *Cultivar e caracterizar as células da epicondilite lateral do cotovelo quanto aos marcadores: colágeno tipo I, II, III, scleraxis, osteocalcina, alfa músculo actina e vimentina por imunohistoquímica.*Avaliar o índice de produção basal de citocinas inflamatórias IL-1² ,IL-6, IL-8, IL-10, TNF-±, FGF, VEGF e GM-CSF pelas células de epicondilite lateral em cultivo celular.*Comparar o efeito anti-inflamatório in vitro sobre a produção das citocinas inflamatórias após a exposição das células de epicondilite lateral à triancinolona e ao PRP.Material e métodos:Será realizado um estudo in vitro com o cultivo celular primário de células de epicondilite lateral do cotovelo e sua caracterização. As células cultivadas serão inicialmente caracterizadas pela marcação imunohistoquímica com colágeno tipo I, II e III, scleraxis, osteocalcina, alfa músculo actina e vimentina, a fim de se elucidar a composição celular da epicondilite lateral entre tenócitos, osteoblastos e fibroblastos.Posteriormente será feito um estudo da viabilidade celular pelo teste do MTT após exposição à diferentes concentrações de triancinolona, para o estabelecimento da concentração e tempos a serem estudados. As células da terceira passagem serão então expostas em triplicatas ao acetato de triancinolona e ao plasma rico em plaquetas, para a comparação de seus efeitos anti-inflamatórios, através da dosagem por ELISA, das citocinas IL-1² ,IL-6, IL-8, IL-10, TNF-±, FGF, VEGF e GM-CSF, além do estudo dos receptores solúveis sgp-130, que indicam se a IL-6 está exercendo um efeito anti- ou pro-inflamatório. Os dados obtidos serão submetidos à análise estatística pelo método do teste paramétrico não pareado com correção de Welch's. (AU)