Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade microbiana ruminal associada à eficiência de utilização da proteína e o perfil de aminoácidos para absorção em novilhos Nelore suplementados com proteína não degradada no rúmen em pastagem de águas e secas

Processo: 19/17209-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2020 - 30 de abril de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Telma Teresinha Berchielli
Beneficiário:Telma Teresinha Berchielli
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Pesq. associados:Juliana Duarte Messana
Assunto(s):Suplementos alimentares para animais  Ruminantes  Bovinos de corte  Gado Nelore  Proteínas  Proteína não degradável no rúmen  Microbiota ruminal   Digestibilidade 

Resumo

A suplementação de bovinos com fontes de proteína não degradável no rúmen (PNDR) pode ser uma importante estratégia para suprir as deficiências nutricionais da forragem e aumentar a eficiência de utilização dos aminoácidos consequentemente aumentando o desempenho. No entanto, esta suplementação pode resultar em diferentes aportes de aminoácidos para serem absorvidos no duodeno quando animais são recriados ou terminados a pasto no período da seca ou no período das águas, isso ocorre devido a sazonalidade de produção (composição) das forrageiras tropicais. O presente projeto visa avaliar o efeito da PNDR suplementar sobre consumo, digestibilidade, fermentação e diversidade microbiana ruminal, perfil duodenal de aminoácidos e digestibilidade intestinal de aminoácidos em bovinos Nelore em pasto de período seca e águas. Serão realizados 2 estudos, sendo o primeiro ensaio para avaliação do metabolismo proteico e perfil de aminoácidos em animais recriados em pastagem no período da seca, recebendo suplementação com sal mineral com ureia com ou sem PNDR. O segundo estudo para avaliação do metabolismo proteico e perfil de aminoácidos em animais recriados em pastagem no período das águas recebendo suplementação com sal mineral com ou sem PNDR. Nos primeiro estudo serão utilizados 8 novilhos da raça Nelore, castrados, canulados no rúmen e duodeno, dispostos em quatro quadrados latino (2x2) simultâneos, para avaliação do consumo e digestibilidade dos nutrientes, os parâmetros e microrganismos ruminais e sanguíneos, fluxo duodenal de aminoácidos, o balanço de nitrogênio (N) e a excreção fecal e urinaria de N e aminoácidos. No segundo estudo serão utilizados 9 novilhos da raça Nelore, castrados, canulados no rúmen e duodeno distribuídos em 3 quadrados latinos (3x3), com três tratamentos (sal mineral (SM), glúten de milho (GLU) ou farelo de soja protegido (FSP)) e três períodos experimentais. Os dados serão analisados utilizando o procedimento PROC MIXED do SAS e as médias serão comparadas utilizando o teste de Tukey, com significância de 5%. Nossa hipótese é que a suplementação com PNDR resulte em melhor perfil de aminoácidos, consequentemente aumentando a eficiência de utilização da proteína metabolizável suplementar durante os períodos de secas e águas modificando, assim, a diversidade microbiana. Os resultados obtidos nesta proposta permitirão o delineamento de estratégias nutricionais, a fim de otimizar a eficiência de utilização de N em típicos cenários de produção de bovinos de corte no Brasil. (AU)