Busca avançada
Ano de início
Entree

Deslocamentos Humanos: narrativas e representações - Brasil séculos XIX a XXI

Processo: 18/10053-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2021 - 31 de dezembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Pesquisador responsável:Maria Luiza Tucci Carneiro
Beneficiário:Maria Luiza Tucci Carneiro
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Adriana Marcolini ; Brigitte Grossmann Cairus ; Cristina de Lourdes Pellegrino Feres ; Dolores Martin Rodriguez Corner ; Elis Regina Barbosa Angelo ; Elisabetta Santoro ; Érica Sarmiento da Silva ; Federico Croci ; Giliola Maggio ; Luigi Biondi ; Marilia Dalva Klaumann Canovas ; Mirian Silva Rossi ; Renata Siuda-Ambroziak
Bolsa(s) vinculada(s):21/03085-3 - Deslocamentos Humanos: narrativas e representações - Brasil Séculos XIX a XXI, BP.TT
Assunto(s):Memória  Migrações  Identidade  Representações 

Resumo

Deslocamentos Humanos: narrativas e representações - Brasil Séculos XIX a XXI Este projeto aborda as múltiplas interfaces que caracterizam a mobilidade dos grupos étnicos que se estabeleceram no Brasil, e de brasileiros que deixaram o país em direção a outros territórios. Envolvendo processos sociais, culturais, linguísticos-discursivos, políticos e econômicos, a abrangência desses fluxos provoca um forte impacto na vida desses grupos e das nações envolvidas, que nem sempre saem ilesos dessa travessia. Da colonização à escravidão, das migrações transoceânicas às continentais, as diferentes etnias que se deslocaram para o Brasil, em fluxos históricos e contemporâneos, inserem-se em um contexto amplo e multiforme, que engloba valores e elementos distintos. Essa complexidade, própria dos deslocamentos humanos, dá forma ao presente projeto de pesquisa, que aborda as diversas faces das migrações sob múltiplos enfoques, abarcando temas relevantes para a compreensão da formação da nossa identidade e do Brasil na atualidade. Norteado pela preservação da memória étnica, social, cultural e linguística das migrações, o projeto conta com o envolvimento e comprometimento de especialistas em várias vertentes do conhecimento, que compartilham toda sorte de fontes escritas, orais e imagéticas sobre o tema, gerando um amplo e diversificado corpus documental. O caráter heterogêneo do conjunto de pesquisas, que transitam pelas áreas de história, sociologia, antropologia, letras e artes, entre outras, promove a troca de experiências, a integração das disciplinas em um mesmo projeto e a construção coletiva de abordagem multi e interdisciplinar. (AU)