Busca avançada
Ano de início
Entree

Desvendando aspectos taxonômicos e biológicos do trairão, Hoplias lacerdae Miranda-Ribeiro, 1908 (Teleostei, Characiformes, Erythrinidae), uma espécie ameaçada no Estado de São Paulo, sudeste do Brasil

Resumo

No presente estudo adotaremos uma abordagem interdisciplinar para elucidar questões relacionadas à taxonomia e a história natural do trairão, Hoplias lacerdae, uma espécie de grande porte que ocorre na bacia do rio Ribeira, em São Paulo, e do rio Uruguai, no sul do Brasil e em países vizinhos, como Uruguai e Argentina. Os trabalhos incluirão: (i) uma revisão taxonômica detalhada de H. lacerdae com base em novos exemplares provenientes das bacias do rio Ribeira e do rio Uruguai, incluindo técnica de DNA barcoding e ii) o mapeamento das ocorrências da espécie na bacia do rio Ribeira, com vistas a obtenção de dados pretéritos e atuais sobre suas capturas na região, bem como (iii) a obtenção de dados biológicos básicos sobre a sua a alimentação e a reprodução. Esperamos que o trabalho conjunto de profissionais com especializações que abrangem todas as linhas de ação do estudo proporcione grande interação entre cientistas, estudantes de graduação e pescadores, com a geração de informações de grande relevância no contexto da ictiologia neotropical. Dado o problema taxonômico e a necessidade de ordenamento das diferentes pescarias que envolvem H. lacerdae, bem como as lacunas de conhecimento sobre sua história natural, é de se esperar que os resultados obtidos com taxonomia alfa e molecular, pesca científica e etnoecologia, sejam capazes de revelar informações inéditas e contribuir de forma significativa para a conservação de uma espécie de peixe de grande porte que ocorre em áreas densamente povoadas, sob forte impacto antropogênico. (AU)