Busca avançada
Ano de início
Entree

Manifestações neurológicas agudas associadas ao vírus SARS-CoV-2

Processo: 20/05984-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2020 - 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Jorge Simão do Rosário Casseb
Beneficiário:Jorge Simão do Rosário Casseb
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Augusto Cesar Penalva de Oliveira ; Camila Malta Romano ; Felipe von Glehn Silva
Vinculado ao auxílio:18/07239-2 - Incidência, fatores de risco, mecanismos patogênicos e prevenção de distúrbios neurocognitivos (HAND) entre indivíduos infectados com HIV-1, AP.TEM
Assunto(s):Neurologia  Infecções por Coronavirus  Coronavirus da síndrome respiratória aguda grave 2  COVID-19  Doenças do sistema nervoso  Encefalite  Mielite  Síndrome de Guillain-Barré  Polineuropatias  Pandemias 

Resumo

Em 2019, surto de doença respiratória associado a um novo coronavírus, SARS-CoV-2, iniciou-se na cidade de Wuhan, China. Desde então, este vírus de alta transmissibilidade tem motivado medidas extremas de isolamento por todo o mundo, na tentativa de mitigar a infecção de populações inteiras, concomitantemente, saturando serviços médicos e colapsando sistemas de saúde. Diversos coronavírus são associados a síndromes neurológicas como encefalite, mielite e síndrome de Guillain-Barré, dentre eles o SARS-CoV-1, filogeneticamente o coronavírus humano mais próximo do SARS-CoV-2. Deste modo, espera-se que manifestações semelhantes acometem pacientes na epidemia vigente. OBJETIVOS: Caracterizar o perfil epidemiológico, clínico, laboratorial, eletrofisiológico e radiológico de pacientes acometidos por mielite, encefalite e/ou polineuropatia periférica aguda em vigência de epidemia associada ao vírus SARS-Cov-2. MÉTODOS: Trata-se de um estudo observacional prospectivo, que avaliará as características epidemiológicas, clínicas, laboratoriais, eletrofisiológicas e radiológicas de pacientes com diagnóstico de encefalite, mielite e/ou polineuropatia periférica aguda durante período de epidemia de SARS-Cov-2, assistidos nas instituições coparticipantes. Serão selecionados pacientes que sejam considerados casos suspeitos de SARS-CoV-2 de acordo com critérios definidos pelo Ministério da Saúde (MS) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em vigência de transmissão comunitária já comprovada, que apresentem suspeita clínica concomitante ou subsequente (até 60 dias após evento associado a SARS-CoV-2) de encefalite viral, mielite viral e/ou polineuropatia periférica aguda. (AU)

Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (1 total):
Biblioteca FMUSP: Covid19 é considerada por médicos e pesquisadores uma enfermidade capaz de desencadear um processo inflamatório generalizado (18/Set/2020)