Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de novas ligas Ti-Mo-Mn para aplicações biomédicas

Processo: 20/03036-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de junho de 2020 - 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Pesquisador responsável:Carlos Roberto Grandini
Beneficiário:Carlos Roberto Grandini
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Ligas de titânio  Biomateriais  Caracterização estrutural  Teste de biocompatibilidade  Microestruturas 

Resumo

Devido à excelente biocompatibilidade e resistência à corrosão, a aplicação de ligas de titânio em implantes ortopédicos e dentários vem aumentando desde a década de 1970. No entanto, a elasticidade dessas ligas medida pelo módulo de seus Jovens ainda é cerca de duas a quatro vezes maior do que a do osso cortical humano. A liga de titânio mais utilizada para aplicações biomédicas é ti-6Al-4V, no entanto, estudos anteriores mostraram que o vanádio usado nesta liga causa reações alérgicas em tecido humano e alumínio, também usado na liga, tem sido associado com distúrbios neurológicos. Para resolver esse problema, novas ligas de titânio sem a presença desses elementos e com a adição de diferentes elementos, geralmente beta-estabilizadores, estão sendo desenvolvidas. A manganês é um forte candidato como elemento de liga para o desenvolvimento de novas ligas beta de titânio, devido à sua abundância e baixa citotoxicidade. Neste estudo, as ligas Ti-10Mo-5Mn, Ti-15Mo-2.5Mn e Ti-15Mo-5Mn foram preparadas em um forno de arco, o que resultou em uma estrutura de liga claramente mostrando a predominância da fase beta com uma estrutura cristalina cúbica centrada no corpo. A microestrutura observada confirmou os resultados na caracterização estrutural das ligas. A medição da citotoxicidade indireta das ligas mostrou que os extratos das ligas estudadas não são citotóxicos para células fibrobésticas. (AU)