Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso de água mineral de diferentes marcas comerciais na produção de nanoemulsões O/A

Processo: 20/01580-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de maio de 2020 - 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Pedro Alves da Rocha Filho
Beneficiário:Pedro Alves da Rocha Filho
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cosméticos  Água  Estabilidade 

Resumo

As nanoemulsões são sistemas coloidais do tamanho de submicron que têm a capacidade de encapsular, proteger e fornecer ingredientes ativos. Têm sido utilizados nas indústrias farmacêutica, de cosméticos e de alimentos para melhorar a absorção de medicamentos pela pele ou pelo trato gastrointestinal, auxiliar na conservação de alimentos e tratar problemas de pele. Para formular adequadamente uma nanoemulsão, é importante conhecer as características de seus componentes (fases aquosa e oleosa, surfactantes e aditivos), bem como a influência no método de produção que será utilizado. Este estudo investiga a influência da composição da fase aquosa, estabilidade e tamanho das partículas na formação de nanoemulsão de óleo e água. Usando um método de baixa energia, a água purificada foi trocada por diferentes soluções comerciais de água mineral e salina, e os resultados dos testes de estabilidade, tamanho de partícula, pH e condutividade foram comparados. Esses resultados mostram que os minerais presentes nas águas comerciais podem alterar o tamanho das partículas, o pH e os valores de condutividade das nanoemulsões, bem como sua estabilidade, e a água comercial é um elemento que pode ser explorado para produzir características desejáveis ou evitar características indesejáveis no produto final. (AU)