Busca avançada
Ano de início
Entree

Receptores estrogênicos promove migração, invasão e formação de colônia das células de câncer prostático independentes de andrógenos PC-3 por meio da via da beta-catenina

Processo: 20/03997-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de maio de 2020 - 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Catarina Segreti Porto
Beneficiário:Catarina Segreti Porto
Instituição-sede: Instituto Nacional de Farmacologia (INFAR). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/16060-3 - Sinalização intracelular e função dos receptores estrogênicos em células de câncer prostático resistentes à castração e em células de câncer testicular, AP.R
Assunto(s):Fatores de crescimento do endotélio vascular  Neoplasias da próstata  beta Catenina 

Resumo

O câncer de próstata é inicialmente dependente do andrógeno, evolui gradualmente para uma forma da doença independente do andrógeno, também denominada câncer de próstata resistente à castração (CRPC). Nesta fase, as terapias atuais melhoram raramente a sobrevivência do paciente. Andrógenos e estrógenos estão envolvidos no desenvolvimento normal da próstata e no câncer prostático. Os mecanismos pelos quais os estrógenos/receptores estrogênicos (ERs) induzem e promovem a progressão do câncer de próstata ainda não foram completamente identificados. Nosso laboratório mostrou que as células de câncer de próstata independentes de andrógenos PC-3 expressam os receptores estrogênicos ERalfa e ERbeta. A ativação do ERbeta aumenta a expressão da beta-catenina e a proliferação das células PC-3. No presente artigo, relatamos que a ativação do ERbeta promove o aumento da migração, invasão e crescimento independente de ancoragem das células PC-3. Além disso, a ativação de ERalfa também desempenha um papel na invasão e no crescimento independente de ancoragem das células PC-3. Esses efeitos são bloqueados pelo pré-tratamento com PKF 118-310, composto que impede a formação do complexo beta-catenina/TCF-LEF, sugerindo que os ERs/beta-catenina estão envolvidos em todas as características celulares do desenvolvimento do tumor in vitro. Além disso, PKF 118-310 também inibiu a expressão do fator de crescimento endotelial (VEGFA) induzido pela ativação de ERs. O VEGF também está envolvido na invasão das células PC-3. Em conclusão, este estudo mostra novos mecanismos moleculares do ERbeta em células de câncer de próstata independentes de andrógenos PC-3. O ERalfa também desempenha um papel na invasão e formação de colônias das células PC-3. (AU)