Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto na saúde mental da pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) nos participantes do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil) do estado de São Paulo

Processo: 20/05441-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2020 - 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Isabela Judith Martins Bensenor
Beneficiário:Isabela Judith Martins Bensenor
Instituição-sede: Hospital Universitário (HU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Andre Russowsky Brunoni ; Giovanni Abrahão Salum Júnior ; Itamar de Souza Santos ; Ives Cavalcante Passos ; Leandro da Costa Lane Valiengo ; Paulo Andrade Lotufo ; Renério Fráguas Junior
Vinculado ao auxílio:15/17213-2 - Incidência de doença tireoidiana clínica, subclínica e de anticorpos anti-tireoperoxidase no Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil), AP.TEM
Assunto(s):Psicoterapia  Telemedicina  COVID-19  Infecções por Coronavirus  Coronavirus da síndrome respiratória aguda grave 2  Transtornos mentais  Estresse psicológico  Depressão  Ansiedade  Estudos de coortes  Pandemias 

Resumo

No final de 2019, um novo patógeno denominado como SARS-CoV-2 (também referido como "COVID-19" ou "novo coronavírus") foi identificado em Wuhan, na China. A doença se disseminou rapidamente pelo mundo, sendo caracterizada como uma pandemia pela OMS em março de 2020. Vinte por cento dos pacientes com essa infecção apresentam formas graves ou críticas, particularmente naqueles com idade avançada ou comorbidades. Com o aumento exponencial de novos casos e óbitos associados ao COVID-19, medidas intensivas de quarentena foram adotadas. No Brasil, o estado de São Paulo é a região que mais registra casos da doença e mortes, levando o governo a decretar quarentena em todo o Estado na última semana de março de 2020. Diante deste cenário de distanciamento social e isolamento domiciliar, inúmeras repercussões psiquiátricas e psicológicas podem ocorrer. Neste contexto, propomos um estudo prospectivo que avalie as repercussões psiquiátricas e psicológicas da pandemia da COVID-19 nos 4150 participantes do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil) seguidos nos Centro de Investigação de São Paulo, em 4 avaliações a serem realizadas durante a pandemia, de maneira online. O questionário avaliará, utilizando-se de escalas auto-aplicáveis, sintomas depressivos e ansiosos, suicidalidade, aumento de estresse, fatores de proteção e fatores de risco desta população durante a pandemia da COVID-19. Além disso, os participantes com saúde mental auto-classificada como "ruim" serão convidados a participar de um ensaio clínico randomizado avaliando a eficácia e segurança de psicoterapia de grupo vs. atividades supervisionadas de grupo ("programa iPsico"), via teleatendimento, na redução dos sintomas depressivos e ansiosos. Por fim, disponibilizaremos consultas psiquiátricas online para os participantes com ideação suicida aguda ou que referirem a saúde mental como ruim. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Estudo vai monitorar impacto da pandemia e do isolamento social na saúde mental de 4 mil pessoas 
Pós-doutorado em psicologia no Hospital Universitário da USP 
Pós-doutorado em psicologia no Hospital Universitário da USP 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Tempos de incerteza