Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto na saúde mental da pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) nos participantes do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil) do estado de São Paulo

Resumo

No final de 2019, um novo patógeno denominado como SARS-CoV-2 (também referido como "COVID-19" ou "novo coronavírus") foi identificado em Wuhan, na China. A doença se disseminou rapidamente pelo mundo, sendo caracterizada como uma pandemia pela OMS em março de 2020. Vinte por cento dos pacientes com essa infecção apresentam formas graves ou críticas, particularmente naqueles com idade avançada ou comorbidades. Com o aumento exponencial de novos casos e óbitos associados ao COVID-19, medidas intensivas de quarentena foram adotadas. No Brasil, o estado de São Paulo é a região que mais registra casos da doença e mortes, levando o governo a decretar quarentena em todo o Estado na última semana de março de 2020. Diante deste cenário de distanciamento social e isolamento domiciliar, inúmeras repercussões psiquiátricas e psicológicas podem ocorrer. Neste contexto, propomos um estudo prospectivo que avalie as repercussões psiquiátricas e psicológicas da pandemia da COVID-19 nos 4150 participantes do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil) seguidos nos Centro de Investigação de São Paulo, em 4 avaliações a serem realizadas durante a pandemia, de maneira online. O questionário avaliará, utilizando-se de escalas auto-aplicáveis, sintomas depressivos e ansiosos, suicidalidade, aumento de estresse, fatores de proteção e fatores de risco desta população durante a pandemia da COVID-19. Além disso, os participantes com saúde mental auto-classificada como "ruim" serão convidados a participar de um ensaio clínico randomizado avaliando a eficácia e segurança de psicoterapia de grupo vs. atividades supervisionadas de grupo ("programa iPsico"), via teleatendimento, na redução dos sintomas depressivos e ansiosos. Por fim, disponibilizaremos consultas psiquiátricas online para os participantes com ideação suicida aguda ou que referirem a saúde mental como ruim. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
‘COVID-19 é também uma pandemia de desigualdades sociais e econômicas’, diz pesquisador 
Se monitoreará en un estudio el impacto de la pandemia y del aislamiento social sobre la salud mental 
Study will monitor the impact of the pandemic and social isolation on the mental health of 4,000 people 
Estudo vai monitorar impacto da pandemia e do isolamento social na saúde mental de 4 mil pessoas 
Pós-doutorado em psicologia no Hospital Universitário da USP 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Tiempos de incertidumbre 
Tempos de incerteza 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (11 total):
Mais itensMenos itens
UOL: Prevalência de transtornos mentais é alta, mas não cresceu na pandemia (09/Mai/2021)
UOL: Mudanças causadas pela covid-19 aumentam sofrimento e transtornos mentais (10/Ago/2020)
Diário Mental: Prevalência de transtornos mentais é alta, mas não teve aumento importante na pandemia (07/Mai/2021)
Saense: Prevalência de transtornos mentais é alta, mas não teve aumento importante na pandemia (05/Mai/2021)
Jornal da USP online: Prevalência de transtornos mentais é alta, mas não teve aumento importante na pandemia (03/Mai/2021)
MSN: Covid-19: tempos de incerteza testam a saúde mental (31/Ago/2020)
Planeta online: Covid-19: tempos de incerteza testam a saúde mental (31/Ago/2020)
Head Topics (Reino Unido): Covid-19: tempos de incerteza testam a saúde mental (31/Ago/2020)
Outras Palavras: A silenciosa epidemia de transtornos mentais (12/Ago/2020)
Repórter Ceará: A silenciosa epidemia de transtornos mentais (12/Ago/2020)
Central das Notícias: Mudanças caudas pela covid-19 aumentam sofrimento e transtornos mentais (10/Ago/2020)