Busca avançada
Ano de início
Entree

Confiabilidade e validade de um questionário de comportamento sedentário para a população pediátrica da América do Sul: estudo SAYCARE

Processo: 20/00093-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de julho de 2020 - 31 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Heraclito Barbosa de Carvalho
Beneficiário:Heraclito Barbosa de Carvalho
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Pediatria 

Resumo

Antecedentes: Os estudos multicêntricos da Europa e dos Estados Unidos desenvolveram questionários padronizados para avaliar e comparar o comportamento sedentário, mas que não podem ser aplicados diretamente em países sulamericanos. O objetivo deste estudo foi avaliar a confiabilidade e validade do Questionário de comportamento sedentário desenvolvido no estudo SAYCARE.Métodos: Crianças e adolescentes de sete cidades da América do Sul participaram da confiabilidade teste-reteste 26 (crianças: n = 55; adolescentes: n = 106) e validade concorrente (crianças: n = 93; adolescentes: n = 94). O questionário de comportamento sedentário SAYCARE foi administrado duas vezes com intervalo de duas semanas e os comportamentos foram relatados pelos pais para crianças e autorreferidos para adolescentes. As perguntas incluíam o tempo gasto assistindo televisão, usando um computador, jogando videogame, jogando passivamente (apenas em crianças) e estudando (apenas em adolescentes) na semana passada. O acelerômetro foi usado por pelo menos 3 dias, incluindo pelo menos um dia de fim de semana. Nós comparamos valores do tempo sedentário, usando acelerômetros, por quartis do tempo de comportamento sedentário relatado e sua soma.Resultados: A confiabilidade do tempo de comportamento sedentário foi moderada em crianças (rho e0,45 ek e 0,40) e adolescentes (rho e0,30). As comparações entre o questionário e o acelerômetro mostraram um baixo nível geral, com o questionário subnotificando sistematicamente o tempo sedentário em crianças (pelo menos, - 332,6 ± 35 138,5 min / dia) e adolescentes (pelo menos, - 399,7 ± 105,0 min / dia).Conclusão: O questionário de comportamento sedentário SAYCARE possui confiabilidade aceitável em crianças e adolescentes. No entanto, os achados do presente estudo indicam que o questionário SAYCARE não é substituto do tempo total de sedentário. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)