Busca avançada
Ano de início
Entree

Interação institucional na governança ambiental multi-nível: o caso da governança offshore de petróleo no Golfo do México e na Bacia de Santos (OFFOCEANS)

Processo: 19/23467-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2020 - 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Convênio/Acordo: Texas A&M University
Proposta de Mobilidade: SPRINT - Projetos de pesquisa - Mobilidade
Pesquisador responsável:Pedro Roberto Jacobi
Beneficiário:Pedro Roberto Jacobi
Pesq. responsável no exterior: Elizabeth Nyman
Instituição no exterior: Texas A&M University, Estados Unidos
Instituição-sede: Instituto de Energia e Ambiente (IEE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Ashley Dyan Ross-Wootton ; Celio Bermann ; Jenna A Lamphere ; Leandra Regina Gonçalves Torres
Vinculado ao auxílio:15/03804-9 - Governança ambiental da macrometrópole paulista face à variabilidade climática, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Governança ambiental  Governança multinível  Exploração de recursos naturais  Petróleo  Fundações offshore  Tomada de decisão 

Resumo

Hoje, entre muitas situações exploratórias complexas no mundo, o Pré-sal da Bacia de Santos e o Golfo do México são um exemplo representativo dos desafios tecnológicos e de governança. Embora exista uma literatura completa sobre a expansão do offshore no Brasil, ainda é incipiente no debate sobre os aspectos de governança ambiental, relacionados às atividades offshore. Uma parceria entre essas duas instituições é relevante para explorar se existe uma governança em vários níveis (isto é, tomada de decisão e política que envolva múltiplos atores e ocorre em várias jurisdições e setores) para lidar com a natureza multidimensional da pressão, questões ambientais que acompanham a expansão do petróleo offshore. Isso ocorre porque esses problemas se manifestam em vários níveis, do local ao global, e precisam ser tratados de acordo. No entanto, a governança multinível é muitas vezes desafiadora, dado o ambiente institucional complexo (por exemplo, regras, normas, processos de tomada de decisão e rede de atores) em que é implementada. (AU)