Busca avançada
Ano de início
Entree

Leptospirose animal: desvendando a imunidade celular

Resumo

A leptospirose é uma zoonose emergente e de importância tanto para a saúde pública como para a saúde animal. Uma das principais medidas de controle é a vacinação, no qual o hamster é o modelo animal determinado para os testes de vacina, mas o conhecimento da dinâmica da resposta celular é atualmente limitado, mesmo neste modelo. Assim, o presente projeto tem como objetivo principal avaliar a resposta imune da Leptospira spp. em modelo animal hamster. Para tanto, o projeto será dividido em dois experimentos, o primeiro será a avaliação da resposta celular de hamster frente ao desafio com Leptospira interrogans sorogrupo Canicola sorovariedade Canicola amostra LO4, patogênica para hamster e Leptospira interrogans sorogrupo Canicola sorovariedade Canicola amostra Utrecht, não patogênica para hamster. Como metodologia iremos quantificar as subpopulações de linfócitos T (CD3+; CD4+; CD8+) e linfócitos B por citometria de fluxo; proliferação de linfócitos, as citocinas interferon-³, interleucina (IL)-4 e IL-17A e também determinar a resposta humoral pela detecção de IgG1, IgG2 e IgG total. O segundo experimento terá as mesmas análises, mas frente a animais vacinados com bacterina homologa experimental e comercial. Além disto, no segundo experimento, será realizado o ensaio de fagocitose por citometria de fluxo das distintas estirpes de leptospiras (opsonizadas e não opsonizadas) por neutrófilos sanguíneos. (AU)