Busca avançada
Ano de início
Entree

CARACTERIZAÇÃO CINÉTICA E MOLECULAR DA (Na+, K+)-ATPase BRANQUIAL DE MACROBRACHIUM AMAZONICUM (HELLER, 1862) HABITANTES DO PANTANAL MATOGROSSENSE E DA BACIA DOS RIOS TOCANTINS-ARAGUAIA.

Processo: 19/21899-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2020 - 30 de abril de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Enzimologia
Pesquisador responsável:Francisco de Assis Leone
Beneficiário:Francisco de Assis Leone
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Alessandra da Silva Augusto ; Carlos Frederico Leite Fontes ; Carlos Murilo Tenorio Maciel ; Cristiana Ramalho Maciel ; Daniela Pereira Garçon ; Fernando Luis Medina Mantelatto ; John Campbell McNamara ; Malson Neilson de Lucena ; Marcelo Rodrigues Pinto ; Rogério Oliveira Faleiros
Assunto(s):Análise de sequência de RNA  Cinética enzimática  Osmorregulação 

Resumo

Esse projeto é uma continuidade de nossa linha de pesquisa cujo objetivo é o estudo sistemático das propriedades estruturais e cinéticas da (Na+, K+)-ATPase do tecido branquial de diferentes espécies de crustáceos decápodes, em particular caranguejos e camarões, a fim de se tentar estabelecer um modelo para a adaptação desses organismos em ambientes de diferentes salinidades. Ele envolve a participação de uma rede importante de pesquisadores que dará suporte para a obtenção e análise das amostras coletadas nas diferentes áreas escolhidas.A manutenção da osmolalidade da hemolinfa dos crustáceos é atribuída à (Na+, K+)-ATPase que a adaptação sugere que as respostas desses crustáceos envolvem uma rápida ativação do transporte de íons que constitui a resposta inicial antes de quaisquer outras respostas fisiológicas. Embora dados de genética molecular e morfologia de adultos suportam a existência de uma entidade taxonômica, existem evidências de morfologia larval, morfometria, desempenho reprodutivo e ontogenia das funções fisiológicas sugerindo que populações de M. amazonicum separadas fisicamente provisoriamente estabelecidas em áreas continentais e costeiras em diferentes regiões hidrogeográficas da América do Sul podem ter sofrido uma especiação insipiente. No presente projeto pretende-se avaliar as características cinéticas e moleculares da (Na+, K+)-ATPase branquial de populações de M. amazonicum procedente do Pantanal Mato grossense e da Bacia dos Rios Tocantins-Araguaia e compará-las com as de M. amazonicum, originárias de águas continentais e costeiras já caracterizadas em nosso laboratório, com o objetivo de elucidar o padrão evolutivo destas populações acerca dos mecanismos bioquímicos e fisiológicos de entidades separadas geograficamente. Para atingir os objetivos serão realizadas as seguintes etapas: 1) obtenção de frações de membrana ricas em (Na+, K+)-ATPase branquial coletados nos diferentes habitats; 2) eletroforese em gel de poliacrilamida e Western blotting; 3) estudo do efeito dos moduladores na atividade da (Na+, K+)-ATPase e V(H+)-ATPase; 4) extração de RNA total das brânquias; 5) análise da expressão do mRNA da subunidade alfa da (Na+, K+)- ATPase e da subunidade B da V(H+)-ATPase; 6) efeito do peptídeo FXYD2 na atividade da (Na+, K+)-ATPase; 7) medida da concentração de íons e osmolalidade da hemolinfa; 8) estudo da formação e decomposição da fosfoenzima; 9) transcrição reversa do mRNA; 10) sequenciamento de nova geração (RNA-seq). (AU)