Busca avançada
Ano de início
Entree

A mitofusina 1 é necessária no oócito para o crescimento e comunicação com as células somáticas do folículo

Resumo

A função mitocondrial, amplamente regulada pela dinâmica desta organela, está intrinsicamente ligada a viabilidade do oócito. Em comparação com a maioria das células somáticas, mitocôndrias em oócitos apresentam formato pequeno e arredondado, indicativo de fusão limitada. As implicações funcionais desta morfologia distinta e como mudanças na arquitetura mitocondrial impactam a oogênese é pouco entendido. Nós portanto nos perguntamos se as proteínas pró-fusão mitofusina 1 (MFN1) e 2 (MFN2) são necessárias para o desenvolvimento oocitário. Aqui nós mostramos que a deleção oócito-específica de Mfn1, mas não de Mfn2, impede o crescimento oocitário e a ovulação devido a um bloqueio na foliculogênese. Nós fornecemos evidências de que esses defeitos se devem a uma sinalização deficiente da via PI3K-Akt e má comunicação entre oócitos e células da granulosa. Em acordo com isso, o duplo nocaute de Mfn1 e Mfn2 resgata parcialmente a sinalização por PI3K-Akt e os defeitos no desenvolvimento do oócito secundários a deleção somente de Mfn1. Em conjunto, esses achados demonstram que a função mitocondrial influencia a sinalização celular durante o desenvolvimento do oócito, e ressaltam a importância de funções distintas, não redundantes, de MFN1 e MFN2 na oogênese. (AU)