Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de tratamento de superfície multiescala em implantes à base de titânio

Processo: 19/10484-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2020 - 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Diego Pedreira de Oliveira
Beneficiário:Diego Pedreira de Oliveira
Empresa:Extremus Smart Surface - Tratamentos de Superfície Ltda
CNAE: Atividades profissionais, científicas e técnicas não especificadas anteriormente
Município: São Carlos
Pesquisadores principais:Luis Felipe Sverzut Baroni
Vinculado ao auxílio:16/08359-6 - Recobrimento osteocondutivo multiescala em superfície de implantes a base de titânio, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):20/09462-0 - Desenvolvimento de tratamento de superfície multiescala em implantes à base de titânio, BP.PIPE
Assunto(s):Biomateriais  Tratamento de superfícies  Controle da qualidade  Próteses e implantes 

Resumo

Atualmente os biomateriais podem apresentar características-chave que promovam atividades biológicas específicas em nível celular otimizando respostas sistêmicas que acelerem o processo de recuperação de pacientes. No competitivo seguimento de implantes tanto para medicina quanto odontologia, as interações da superfície do material com o meio fisiológico são determinantes para favorecer a osseointegração de implantes endósseos. Para isso, superfícies são desenvolvidas com estruturas desde níveis macro, micro, submicro até nano métricos. Macro escalas envolvem dimensões acima de 10 micrômetros (µm); micro entre 1 e 10 µm; o nível submicrométrico compreende dimensões entre 1 µm e 100 nanômetros (nm), enquanto são consideradas nanométricas, estruturas observadas com dimensões abaixo de 100 nm [1]. Pesquisadores concentram esforços desenvolvendo características de topografia padronizadas em macro, micro, submicro e nano escalas com potencial para favorecer e controlar consideravelmente a fixação mecânica e os eventos biológicos precedentes à reconstrução de tecidos danificados por algum trauma, doença ou fatores congênitos, passíveis de serem substituídas por implantes. Justamente, o enfoque da tecnologia desenvolvida pela Extremus é aplicar a tecnologia micro e nano topográfica sobre superfície de implantes dentários em escala industrial, junto às empresas/parceiros/clientes. Nossa proposta visa escalonamento de produção e controle de qualidade de superfícies em implantes dentários. Pautando-se pelo mercado cada vez mais exigente e competitivo que se projeta, tanto do ponto de vista de custo quanto de desempenho, focamos no desenvolvimento de um processo viável tecnicamente e confiável. (AU)