Busca avançada
Ano de início
Entree

QuickFarmer - robô agrícola multifuncional para ambientes protegidos

Processo: 19/16529-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de dezembro de 2020 - 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Máquinas e Implementos Agrícolas
Pesquisador responsável:Michel de Almeida Lopes
Beneficiário:Michel de Almeida Lopes
Empresa:Labtrix Indústria de Bancadas Técnicas Ltda
CNAE: Horticultura
Atividades de apoio à agricultura
Fabricação de máquinas e equipamentos para uso industrial específico não especificados anteriormente
Município: Itatiba
Pesq. associados:Angel Pontin Garcia ; Claudio Kiyoshi Umezu ; Daniel Albiero ; Paulo Eduardo Silveira
Assunto(s):Robótica  Automação  Robôs móveis inteligentes  Agricultura de precisão  Cultivo protegido 

Resumo

A robótica é uma das tecnologias de vanguarda que podem efetivamente maximizar a produtividade, minimizar a necessidade do uso intensivo de insumos e reduzir a utilização de mão de obra humana na produção vegetal em ambientes protegidos. Neste contexto, os pesquisadores envolvidos no projeto iniciaram em 2018 o desenvolvimento de um protótipo de robô agrícola para utilização em ambientes protegidos. A expertise da empresa Labtrix e dos pesquisadores associados, obtida no desenvolvimento deste protótipo, evidenciou a necessidade de investimentos pontuais em pesquisa & desenvolvimento a fim de aperfeiçoar o protótipo e superar desafios tecnológicos, visando materializar uma versão comercial e de grande porte do equipamento. Este projeto tem como objetivo geral a análise da viabilidade técnica e econômica de inovações tecnológicas incrementais para o equipamento, possibilitando o seu uso para produção vegetal em larga escala, com conceito modular, que permita sua adaptação e utilização em diversos tamanhos de casas de vegetação. No projeto serão avaliados aperfeiçoamentos de hardware e de software. Será utilizada uma metodologia incremental, com o uso de ferramentas para agilizar o desenvolvimento das inovações, como: simulação computacional, modelagem matemática, prototipagem rápida, desenvolvimento colaborativo, uso de bibliotecas e frameworks, ferramentas para gerenciamento de projetos, entre outras. Pesquisas de mercado apontaram para a existência de um grande mercado para a aplicação em ambiente protegido da tecnologia robótica aqui proposta. Destacam-se a produção de espécimes de alto valor agregado, plantas medicinais, mudas, alimentos orgânicos em fazendas urbanas; semeadura de precisão para testes de germinação e vigor; execução de pesquisas científicas; produção em casas de vegetação com atmosfera modificada ou estéril e uso de sensores especiais, transportados pelo robô por toda a área de cultivo. Almeja-se, ao final deste processo de desenvolvimento, a disponibilização de uma tecnologia inovadora, de grande impacto comercial e social, além do fortalecimento de uma pequena empresa de cunho tecnológico, através do incentivo à pesquisa. (AU)