Busca avançada
Ano de início
Entree

VTBeef: integração de dados metabólicos, ambientais e genéticos através de Business Intelligence para o desenvolvimento de soluções para a pecuária de corte de precisão

Processo: 18/22537-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de julho de 2020 - 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Adam Taiti Harth Utsunomiya
Beneficiário:Adam Taiti Harth Utsunomiya
Empresa:VT Beef Vitrine Tecnológica Agropecuária Ltda
CNAE: Atividades de apoio à agricultura
Atividades de apoio à pecuária
Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais
Município: Birigüi
Pesq. associados:José Fernando Garcia
Assunto(s):Pecuária  Pecuária de corte  Genética  Genômica  Irrigação de precisão  Pastagens  Bovinos 

Resumo

Por décadas, a pecuária de corte bovina brasileira avançou para o Centro Oeste e Norte do país, fazendo com que o Brasil se transformasse no maior produtor e exportador de carne bovina do mundo. Entretanto, pressões econômicas e ambientais, associadas à busca de produtos com certificação de origem e de qualidade, tem feito com que os sistemas de produção de bovinos de corte repensem suas estratégias nos últimos anos. O aumento de produtividade (medido por quilos de carne produzida por hectare por ano) é o principal foco desse novo pensamento que, quando associado a sistemas de produção que observem o bem estar animal e o manejo sustentável do meio ambiente, podem causar um impacto positivo sobre o bom uso da terra, com consequência na melhor percepção da sociedade sobre a atividade pecuária. Ao longo da última década foram desenvolvidos distintos sistemas eletrônicos autônomos de monitoramento de animais que utilizam plataformas de hardware e software capazes de registrar as atividades realizadas por um animal ao longo dos dias. Exemplos dessas tecnologias são as balanças de pesagem autônomas, os colares com acelerômetros e sensores que medem os padrões de movimentação e ruminação respectivamente, os cochos e bebedouros que medem o consumo individual de alimento e água respectivamente, os termômetros digitais implantáveis, entre outros. Esse novo arsenal tecnológico é capaz de gerar uma enorme quantidade de dados de alta complexidade (big data), porém as informações geradas por cada um desses sistemas ainda é muito fragmentada, criando dificuldades para seu pleno uso no dia a dia do campo. O presente projeto visa coletar, armazenar, processar e interpretar dados obtidos à partir de distintos terminais coletores (peso, consumo alimentar e de água, padrões de comportamento e temperatura corporal) para gerar informações estratégicas (business intelligence) que possam ser aplicadas no dia a dia de sistemas de produção gerando a máxima eficiência destes. Dessa forma, dados fisiológicos e metabólicos coletados, serão associados a dados ambientais e genômicos (informações sobre variações pontuais no DNA, SNP - do inglês single nucleotide polymorphism) e constituirão banco de dados integrados para a geração de conhecimento estratégico que deverá ser difundido pela nova empresa (VTBeef) junto à cadeia produtiva através de consultorias técnicas baseadas na inteligência artificial a ser desenvolvida com o protótipo proposto no presente projeto. (AU)