Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de produtos de alto valor tecnológico para a indústria cosmética a partir de ativos naturais

Processo: 18/15304-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2020 - 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Amanda Gomes Marcelino Perez
Beneficiário:Amanda Gomes Marcelino Perez
Empresas:Empresa a definir
Cosnatech Pesquisa, Desenvolvimento, Inovação em Ativos Cosméticos Naturais Ltda
CNAE: Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais
Município: Campinas
Pesquisadores principais:Andréa Arruda Martins Shimojo
Assunto(s):Tecnologia farmacêutica  Nanopartículas lipídicas sólidas  Antioxidantes  Protetores solares  Repelentes 

Resumo

Nos últimos anos tem havido uma constante preocupação com a beleza, a saúde e a qualidade de vida dos indivíduos. Neste contexto, as indústrias cosméticas têm cada vez mais utilizado compostos ativos naturais para a fabricação de seus produtos. A proteção solar é um dos pontos mais importante para a saúde da pele, e além de retardar o foto-envelhecimento, previne principalmente o câncer de pele. Outro ponto a ser destacado é a necessidade, principalmente no Brasil, de repelentes contra os mosquitos Aedes aegypti, responsável pela transmissão da DENGUE, ZIKA VÍRUS e CHIKUNGUNYA, e Anopheles albimanus responsável pela transmissão da FEBRE AMARELA, doenças extremamente graves que podem levar até mesmo a morte. Apesar da necessidade de produtos que protejam os indivíduos contra esses problemas, os cosméticos convencionais utilizam produtos químicos que a longo prazo podem causar sérios efeitos colaterais. Além disso, a correria do dia-a-dia e os altos custos destes produtos, faz com que a maioria das pessoas acabe não utilizando produtos para funções específicas. Desta forma, este trabalho contempla o desenvolvimento de produtos de alta tecnologia e valor agregado para a indústria cosmética utilizando matérias-primas de origem natural com ação antienvelhecimento, fotoprotetora e repelente em um único produto. Normalmente, os princípios ativos naturais são hidrofóbicos, apresentam baixa estabilidade, permeabilidade e biodisponibilidade. Assim, para contornar essas limitações serão preparados carreadores lipídicos nanoestruturados (NLCs) a partir de lipídios naturais e biosurfactantes, nos quais serão encapsulados agentes de proteção solar, antioxidantes e agentes repelentes. Desta forma, propõe-se a preparação de uma formulação que contenha dois tipos de nanopartículas: (i) nanopartículas menores, da ordem de 200 nm contendo os agentes de proteção solar e antioxidantes que podem penetrar na pele para exercerem seu efeito, NLC-FPS e (ii) nanopartículas maiores, da ordem de 500 nm contendo os ativos com propriedades repelentes que não permeiam através do estrato córneo NLC-Repel, para uso combinado em um mesmo produto. Propõe-se também que os produtos sejam preparados com ingredientes naturais e compatíveis com as bases utilizadas pelas indústrias cosméticas deste seguimento. Os NLCs serão preparados por homogeneização de alto cisalhamento (HSH) associados ou não à homogeneização de alta pressão (HPH). Na preparação das NLC-FPS, EPIGALOCATEQUINA GALATO (EGCG) e/ ou RESVERATROL serão utilizados como agentes de proteção solar e antioxidante. ÓLEOS ESSENCIAIS como o óleo de NEEM e CAPIM-LIMÂO serão empregados como repelente natural contra o Aedes aegypti e Anopheles albimanus e estarão presentes nas NLC-Repel. Os produtos obtidos bem como sua eficácia serão avaliados por metodologias analíticas padrão de acordo com a legislação nacional e internacional. Os NLCs produzidos neste trabalho poderão ser utilizados na preparação de diferentes formulações cosméticas deste segmento possibilitando assim um espectro amplo de aplicação, como fotoprotetores, antioxidantes e repelentes ou como potencializadores (booster) em formulações cosméticas convencionais. Este projeto visa principalmente o mercado de cosméticos naturais vislumbrando produtos de alta tecnologia já que no Brasil os produtos deste seguimento normalmente são ainda artesanais. O produto obtido poderá ser comercializado como matéria-prima cosmética e atender às indústrias de produto cosmético final (proposta de venda B2B, business to business), ou poderá ser diretamente comercializado como produto cosmético final (B2C, business to consumer). A relevância deste projeto está na fabricação de produtos naturais, de alta tecnologia e valor agregado que possibilitem a saúde e a beleza humana (AU)