Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos ecológicos e genéticos em populações de Bombus dahlbomii (Hymenoptera, Apidae), uma espécie ameaçada de extinção após a introdução de uma abelha exótica no Chile

Processo: 19/18106-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2020 - 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Convênio/Acordo: Comisión Nacional de Investigación Científica y Tecnológica (CONICYT)
Pesquisador responsável:Maria Cristina Arias
Beneficiário:Maria Cristina Arias
Pesq. responsável no exterior: Victor Hugo Monzón Godoy
Instituição no exterior: Universidad Católica del Maule, Chile
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):20/12408-8 - Análises moleculares de amostras da Bombus dahlbomii: uma abelha ameaçada de extinção após a introdução de espécies exóticas, BP.TT
Assunto(s):Genética populacional  Abelhas  Bombus dahlbomii  Espécies em perigo de extinção  Polinizadores  Serviços ambientais  Espécies introduzidas  Interação planta-inseto  Análise molecular  Polimorfismo genético 

Resumo

Os polinizadores são de extrema importância pelos serviços ecossistêmicos que prestam. Dessa forma são responsáveis pela manutenção da flora nativa e pela produção de sementes e frutos de interesse comercial. Durante as últimas décadas, temos presenciado o declínio de diversas espécies de abelhas ao redor do mundo. O gênero Bombus, um polinizador importante em regiões de clima temperado, vem ganhando muito destaque, infelizmente, pelo desaparecimento de várias espécies. Dentre essas espécies, a Bombus dahlbomii é um exemplo de grande interesse para nós, pois sua distribuição geográfica é restrita às regiões Central e Sul do Chile e Argentina. O início do declínio dessa espécie foi marcado pela introdução no Chile de duas espécies exóticas. Uma delas, a Bombus terrestris, parece ter exercido um efeito devastador, introduzindo também seus patógenos, e levando a espécie nativa a se deslocar ou mesmo desaparecer de suas áreas naturais de ocorrência. Esse projeto tem por objetivo realizar estudos genéticos e ecológicos para testar as seguintes hipóteses: A. O declínio de B. dahlbomii depois da introdução de espécies exóticas foi seguido de uma diminuição na diversidade genética; B. O isolamento de B. dahlbomii levou à estruturação genética nas populações atuais, enquanto que as populações históricas não eram estruturadas geneticamente; C. A rede de interação entre B. dahlbomii e a flora por ela visitada foi alterada após a introdução das espécies exóticas; D. A distribuição de B. dahlbomii na região de Maule foi alterada após a introdução das espécies exóticas. Para testar essas hipóteses empregaremos análises moleculares (polimorfismo de regiões do DNA mitocondrial e microssatélites) e análises ecológicas, como análise da carga polínica, rede de interações B. dahlbomii-Planta e o acompanhamento de indivíduos por telemetria. (AU)