Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da atividade imunomoduladora da proteína anexina A1 em lesões cutâneas e placentárias resultantes do Diabetes mellitus

Resumo

A anexina A1 (ANXA1) é uma proteína de 37 kDa que exibe sítios de ligação ao cálcio e aos fosfolipídios de membrana e, está envolvida na inibição das sínteses de eicosanóides e fosfolipase A2, induzidas por glicocorticóides, o que confere a esta proteína propriedades anti-inflamatórias. Várias pesquisas têm mostrado o efeito protetor da ANXA1 nos processos inflamatórios agudos e crônicos em resposta à infecção e doenças auto-imunes. Além dos eventos inflamatórios, as ações da ANXA1 têm sido pouco estudadas nos processos de regeneração tecidual, especialmente em regeneração e reparo de tecidos danificados e cicatrização de feridas. Analisando ainda as diversas atividades biológicas descritas para ANXA1, especialmente no controle da proliferação e apoptose, investigar o papel dessa proteína na biologia do trofoblasto e na modulação de marcadores relacionados à sobrevivência dessas células é de extrema relevância para a compreensão do desenvolvimento placentário normal e em doenças como diabetes mellitus gestacional (DMG). Por essas razões, os subprojetos propostos estão relacionados à investigação dessa proteína, por meio de análises em lesões cutâneas experimentais e na fisiopatologia placentária humana para avaliar seu potencial terapêutico nas possíveis intercorrências relacionadas ao diabetes mellitus (DM). Na primeira proposta, no modelo in vivo de lesão cutânea, após padronizar a técnica viável de um gel aniônico com o peptídeo AnxA12-26 , este será avaliado em relação as propriedades cicatriciais nessas lesões no DM tipo 1 (DM1). No segundo aspecto, será identificar o papel da ANXA1 na sobrevivência das células placentárias e inferir um potencial mecanismo (relacionado aos danos e reparo de DNA) que poderá relacionar a ANXA1 com a sobrevivência das células placentárias no DMG. Nos projetos propostos, diferentes metodologias serão empregadas como: formulação do gel aniônico AnxA12-26, reações imuno-histoquímicas para mediadores inflamatórios e moleculares (como danos oxidativos ao DNA e dupla quebra de DNA), Western blot, etc, envolvendo estratégias que possibilitarão a compreensão detalhada da atividade da ANXA1 nos aspectos propostos e suas possíveis aplicações terapêuticas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
OLIVEIRA, MARCIA PEREIRA; PRATES, JANESLY; GIMENES, ALEXANDRE DANTAS; CORREA, SILVIA GRACIELA; OLIANI, SONIA MARIA. Annexin A1 Mimetic Peptide Ac2-26 Modulates the Function of Murine Colonic and Human Mast Cells. FRONTIERS IN IMMUNOLOGY, v. 12, SEP 7 2021. Citações Web of Science: 0.
SANCHES, JOSE MARCOS; CORREIA-SILVA, REBECA D.; DUARTE, GUSTAVO H. B.; FERNANDES, ANNA MARIA A. P.; SANCHEZ-VINCES, SALVADOR; CARVALHO, PATRICIA O.; OLIANI, SONIA M.; BORTOLUCI, KARINA R.; MOREIRA, VANESSA; GIL, CRISTIANE D. Role of Annexin A1 in NLRP3 Inflammasome Activation in Murine Neutrophils. CELLS, v. 10, n. 1 JAN 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.