Busca avançada
Ano de início
Entree

Modern - Modelagem de demanda para redes ferroviárias

Processo: 19/07428-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2020 - 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Transportes - Planejamento de Transportes
Convênio/Acordo: University of Birmingham
Pesquisador responsável:Cassiano Augusto Isler
Beneficiário:Cassiano Augusto Isler
Pesq. responsável no exterior: Clive Roberts
Instituição no exterior: University of Birmingham, Inglaterra
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Marcelo Blumenfeld Mendonca
Assunto(s):Infraestrutura de transportes  Transporte ferroviário  Previsão de demanda  Transporte interurbano  Teoria da utilidade aleatória  Teoria do arrependimento 

Resumo

O problema abordado neste projeto de pesquisa é a modelagem e previsão da escolha de modo de transporte para viagens interurbanas no Brasil sob a hipótese de oferta de serviços ferroviários de passageiros competindo com as opções de transporte existentes. Este estudo tem relevância ao prover evidências sobre a demanda potencial em cenários de oferta de diferentes serviços ferroviários tecnologias considerando abordagens distintas para a modelagem de escolha modal que reflitam de maneira mais apropriada as potenciais escolhas dos usuários quanto ao comportamento na escolha da viagem. Na prática, os resultados desta pesquisa visam fornecer estimativas adequadas sobre o comportamento das viagens em suporte às decisões governamentais quanto ao co-financiamento de grandes e complexos projetos de infraestrutura, e no apoio a empresas privadas que eventualmente estão envolvidas na construção e/ou na operação de tais sistemas de transportes. Para isso, serão considerados Modelos de Utilidade Aleatória (Random Utility Models-RUM) e Modelos de Arrependimento Aleatório (Random Regret Models-RRM) para estimar a escolha do modo de transporte de potenciais usuários de serviços ferroviários interurbanos hipotéticos na Região Sudeste do Brasil, considerando um banco de dados de respostas de uma Pesquisa de Preferência Declarada anteriormente conduzida. Após avaliar os resultados desses modelos em termos de adesão às respostas da pesquisa, os modos de transporte serão estimados sob diferentes valores para os atributos considerados (tempo de viagem, custo, frequência, etc.) aplicados às duas abordagens e, finalmente, serão analisados os potenciais de replicabilidade dos modelos considerando referências da prática internacional. A contribuição científica deste projeto é quanto à investigação de métodos alternativos para especificar funções utilidade com base na modelagem de escolha discreta apoiada na Teoria da Utilidade, bem como fornecer boas estimativas de escolhas de modo baseadas em diferentes suposições para esses modelos. Além disso, os resultados deste projeto contribuirão para uma melhor compreensão dos pressupostos para modelagem de escolha discreta com base na Teoria do Arrependimento. Além disso, os resultados da pesquisa do projeto contribuirão para o estabelecimento de um modelo de previsão de demanda que possa ser usado em futuras avaliações de projeto no Brasil, expandindo a aplicabilidade de modelos de análise de projetos (por exemplo, Análise Custo-Benefício) para o planejamento de infraestrutura e operação de serviços ferroviários futuros. (AU)