Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de vacina contra a COVID-19

Processo: 20/10127-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas
Vigência: 01 de setembro de 2020 - 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Dimas Tadeu Covas
Beneficiário:Dimas Tadeu Covas
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Cristiano Gonçalves Pereira ; Débora Botéquio Moretti ; Esper Georges Kallás ; Raul Machado Neto ; Ricardo Palacios Gomez ; Rui Curi
Assunto(s):Coronavirus da síndrome respiratória aguda grave 2  COVID-19  Infecções por Coronavirus  Desenvolvimento de vacinas  Vacinas  Imunoterapia  Biotecnologia  Pandemias 

Resumo

Passados meses da disseminação mundial do coronavírus SARS-CoV-2, fica claro que o desenvolvimento e produção de uma vacina segura e eficaz é uma estratégia de política pública promissora para combater a pandemia, permitindo a reabertura completa da economia e a prevenção de novas ondas epidêmicas. O Instituto Butantan é uma instituição centenária dedicada ao desenvolvimento de medicamentos biológicos, sendo responsável por fornecer 65% de todas as vacinas e 100% de soros ao sistema de saúde público do Brasil. Considerando a sua qualificação, autossuficiência e capacidade de responder com agilidade aos desafios específicos da saúde da população, o instituto tem atraído parcerias com os principais desenvolvedores de imunobiológicos do mundo para o desenvolvimento e produção de vacinas para a COVID-19. O acordo firmado entre Instituto Butantan e Sinovac Biotech Ltd para a realização da Fase III dos ensaios clínicos e posterior produção da vacina desenvolvida pela empresa chinesa é relevante em função da eficácia demonstrada pela vacina inativada nas Fases I e II e por ser uma tecnologia tradicional e de ampla utilização. A FAPESP, que tem reconhecidamente um papel destacado na produção de conhecimento e de novas tecnologias, é fundamental na busca de soluções para temas urgentes. A relação que será estabelecida entre Instituto Butantan e Fapesp para apoiar as atividades que envolvam o desenvolvimento e regulamentação da vacina inativada contra a COVID-19 vai em direção ao estabelecimento de políticas de controle e mitigação da pandemia que impactam a saúde e a condição social e econômica do país. (AU)