Busca avançada
Ano de início
Entree

Obtenção de Óxido de Grafeno Reduzido para Aplicação em Sistemas de Sensores da Indústria Aeroespacial

Processo: 17/17661-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2020 - 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Emerson Sarmento Gonçalves
Beneficiário:Emerson Sarmento Gonçalves
Instituição-sede: Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE). Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA). Ministério da Defesa (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Nanocompósitos  Grafenos  Metaloporfirinas 

Resumo

Aumentar a segurança de navegação aérea mediante o desenvolvimento de materiais sensoriais representa importante inovação no campo de aplicações de transporte inteligente. Para essa finalidade, podem ser utilizados nanocompósitos de grafeno.Aumentar a segurança de navegação aérea mediante o desenvolvimento de materiais sensoriais representa importante inovação no campo de aplicações de transporte inteligente. Para essa finalidade, podem ser utilizados nanocompósitos de grafeno.Sistemas redundantes para navegação aeroespacial são essenciais, uma vez que permitem obter as informações necessárias para um voo seguro, em caso de falha de um sistema primário. Um importante parâmetro para guiar uma aeronave é a velocidade, e o principal sistema responsável por indicar essa medida é conhecido como estático-pitot. A falha nesse dispositivo já gerou graves acidentes aéreos, ceifando centenas de vidas.Assim, essa pesquisa vem de encontro a essa necessidade ao buscar desenvolver um sensor aeronáutico que atue auxiliando o sistema estático-pitot em caso de falha do mesmo.A base desse sensor á constituído por tinta sensível a pressão e óxido de grafeno reduzido, com a finalidade de forma um eletrodo capaz de gerar uma resposta eletroquímica específica para determinada concentração de oxigênio.Para analise do dispositivo em questão serão realizados ensaios: morfológicos por MEV, FEG e AFM; estruturais, por meio de técnicas como DRX, FT-IR, Raman, XANES e XPS; eletroquímicas, por meio de técnicas de impedimétricas (EIS), amperométricas e de voltametria de pulso diferencial. As técnicas eletroquímicas darão suporte para os ensaios estáticos, com amostras do material sensorial em glove box (simulando pressão em altitude, para calibração do material), e dinâmicos em túnel de vento (simulando pressão em escoamento externo ao sensor).Assim, essa pesquisa vem de encontro a essa necessidade ao buscar desenvolver um sensor aeronáutico que atue auxiliando o sistema estático-pitot em caso de falha do mesmo.A base desse sensor á constituído por tinta sensível a pressão e óxido de grafeno reduzido, com a finalidade de forma um eletrodo capaz de gerar uma resposta eletroquímica específica para determinada concentração de oxigênio.Para analise do dispositivo em questão serão realizados ensaios: morfológicos por MEV, FEG e AFM; estruturais, por meio de técnicas como DRX, FT-IR, Raman e XPS; eletroquímicas, por meio de técnicas de impedimétricas (EIS), amperométricas e de voltametria de pulso diferencial. As técnicas eletroquímicas darão suporte para os ensaios estáticos, com amostras do material sensorial em glove box (simulando pressão em altitude, para calibração do material), e dinâmicos em túnel de vento (simulando pressão em escoamento externo ao sensor). (AU)