Busca avançada
Ano de início
Entree

Enxertos absorvíveis com propriedades bioativas para reconstruções ósseas complexas

Processo: 18/22486-6
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de setembro de 2020 - 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica
Pesquisador responsável:Karen Julie Santos Grancianinov Costa
Beneficiário:Karen Julie Santos Grancianinov Costa
Empresa Sede:Selaz Indústria e Comércio de Aparelhos Biomecânicos Ltda
CNAE: Fabricação de instrumentos e materiais para uso médico e odontológico e de artigos ópticos
Município: São José dos Campos
Pesquisadores principais:
Ivone Regina de Oliveira ; Tiago Ponte Lauda
Pesquisadores associados:Ana Paula Lemes ; Luana Marotta Reis de Vasconcellos
Auxílios(s) vinculado(s):22/11291-5 - Enxertos absorvíveis com propriedades bioativas para reconstruções ósseas complexas, AP.PIPE
Assunto(s):Ortopedia  Biomateriais  Biomateriais cerâmicos  Biomateriais compósitos  Transplantes  Enxerto ósseo  Pseudoartrose  Osteomielite 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:biocompósitos | Biomateriais | Ceramicas bioativas | Materiais para enxertia | Ortopedia | reconstrução óssea | Biocompósitos para enxertia óssea

Resumo

Anualmente, milhares de pessoas sofrem de defeitos nos tecidos ósseos, resultantes de más formações congênitas, tumores ou fraturas de mau prognóstico, fatalmente culminando em casos de pseudoartrose ou osteomielite. O tratamento desses tipos de patologias ocorre por meio de um ato cirúrgico voltado para a remoção mecânica dos tecidos afetados, seguido da aplicação de enxertos ósseos isolados ou em conjunto com um procedimento de transporte ósseo gradual, utilizando fixadores externos, a fim de restabelecer a forma e função do tecido lesionado através de um processo de reconstrução óssea. Em casos mais complexos, com grandes perdas de tecido ósseo em pacientes com limitado potencial osteogênico, a aplicação de enxertos aloplásticos é uma alternativa interessante ao enxerto autógeno, pois não envolve morbidade do sítio doador do enxerto, além de permitir maior diversidade de formatos, sem limitações na quantidade de material a ser enxertado, a fim de preencher completamente o defeito ósseo do paciente. O presente projeto de pesquisa propõe o desenvolvimento de uma família de enxertos ósseos, compreendendo apresentações comerciais na forma de grânulos e em matrizes porosas. Neste trabalho, os scaffolds serão fabricados a partir de um compósito bioabsorvível com características bioativas, através da utilização de cerâmicas vítreas bioativas, sintetizadas pelo método Sol-gel, em conjunto com polímeros absorvíveis. Para obter enxertos com essas características, a equipe de pesquisa irá sintetizar vidros bioativos por sol-gel, misturando-os com uma matriz polimérica absorvível para gerar uma estrutura tridimensional de porosidade controlada. Neste trabalho, vários parâmetros dos processos serão variados, como microestrutura de biovidro, teor entre matriz e carga bioativa e conteúdo de poros. Os materiais serão avaliados in vitro e in vivo ao longo da pesquisa, garantindo características otimizadas para procedimentos de reconstrução óssea. Após completar o presente desenvolvimento, a SELAZ será a primeira empresa nacional a produzir uma classe de enxertos ósseos, instituídos por polímero absorvível (PLA) e vidro bioativo obtido pela sol-gel, possibilitando reduções de custo significativas para as seguradoras e possibilitando um tratamento para milhares de pessoas e de pacientes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Vidrio contra el cáncer 
Un vidrio bioactivo podrá utilizarse para tratar el cáncer óseo 
Vidro bioativo poderá tratar câncer ósseo 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)