Busca avançada
Ano de início
Entree

Fagocitose e sinalização mediada pelo Interferon-gama NBA interface materno-placentária

Processo: 02/09407-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de maio de 2003 - 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia
Pesquisador responsável:Estela Maris Andrade Forell Bevilacqua
Beneficiário:Estela Maris Andrade Forell Bevilacqua
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):07/54927-7 - A influência do IFN na expressão gênica de fatores pró e anti inflamatórios por células trofoblásticas, BP.PD
06/51844-0 - Produção de ânion superóxido pelas células trofoblásticas: uma análise celular, BP.IC
06/51874-7 - Avaliação da produção de ânion superóxido pelas células trofoblásticas através de oxidação de di-hidroetídio, BP.IC
+ mais bolsas vinculadas 05/57954-0 - Binômio IL-10 e IFN-gama na biologia das células trofoblásticas, BP.MS
05/54517-8 - Fagocitose e sinalização mediada pelo IFN-gama na interface materno-fetal, BP.IC
04/09076-0 - Expressão das proteínas JAK/STAT, componentes da via de sinalização mediada pelo IFN-gama, e iNOS em células trofoblásticas de camundongo, BP.IC
04/09394-2 - A ação do IFN gama na fagocitose de leveduras pelo trofoblasto de camundongos, BP.IC
03/07448-5 - Expressão de enzimas do metabolismo oxidativo em células trofoblásticas sob a ação de IFN-gama, durante a fase de pós-implantação embrionária, BP.PD
03/06723-2 - Desempenho reprodutivo na presença ou ausência de IFN-gama administrado na fase de pós implantação em camundongos, BP.IC - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Fagocitose  Interferons  Gravidez  Desenvolvimento fetal 
Publicação FAPESP:http://www.fapesp.br/tematicos/saude_bevilacqua.pdf

Resumo

Fagocitose é uma das características mais marcantes exibida pelas células trofoblásticas na fase de implantação e de pós-implantação, em muitas espécies. Particularmente em camundongos, durante a primeira metade da gestação, as células trofoblásticas gigantes fagocitam elementos matemos endometriais e principalmente células sanguíneas, a que é atribuído funções nutritivas e de aquisição de espaço para o desenvolvimento fetal. Durante toda a gestação, no entanto, fagocitose de microorganismos também pode ser experimentalmente observada. Em relação à sua atividade fagocitária, células trofoblásticas e macrófagos compartilham inúmeras características, tais como produção de espécies reativas de oxigênio, fagocitose mediada por C3b, produção de óxido nítrico e ambos aumentam seu potencial fagocítico na presença de IFN-y. Em macrófagos, IFN-y é um potente agente de regulação da resposta fagocitária, capaz de suprimir a síntese de proteínas citoplasmáticas envolvidas com replicação viral, ativar o fator de transcrição NF-KB envolvido com respostas inflamatórias de defesa, induz a expressão de óxido nítrico e de oxidases responsáveis pela foflilação de espécies reativas de oxigênio. Por outro lado, IFN-y produzido por células imunes e não imunes, está presente na interface materno-fetal, sendo considerado um componente fisiológico da gestação, a despeito do fato de que situações em que a resposta imunológica a patógenos prolonga a presença de IFN-y em concentrações não fisiológicas pode comprometer a gestação. Assim, partindo do princípio de que fagocitose é uma atividade inerente às células trofoblásticas, que pode estar relacionada a funções de defesa, este projeto tem como metas determinar as concentrações de IFN-y na gestação noflilal e em fêmeas prenhes desafiadas com LPS; determinar as concentrações máximas de IFN-y que não comprometem a gestação; estabelecer um modelo de estudo in vivo e in vitro que permita acompanhar o processo de fagocitose de microorganismos por parte do trofoblasto e avaliar a ação do IFN-y sobre a expressão gênica das células trofoblásticas e principalmente sobre a expressão da enzima óxido nítrico sintase, utilizando técnicas de DNA macroarray. (AU)