Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da permeabilidade e imunomodulação da mucosa intestinal em animais alimentados com dieta rica em gordura interesterificada

Resumo

A obesidade representa um grave problema de saúde pública e, por se tratar de uma doença crônica multifatorial, predispõe o organismo a uma série de doenças e está relacionada ao aumento da taxa de mortalidade. Também considerada uma condição onde há ativação de inflamação sistêmica de baixo grau, está diretamente relacionada ao aumento dos níveis de marcadores pró-inflamatórios, alterações na permeabilidade intestinal e agravamento de processos inflamatórios intestinais. O padrão alimentar, especialmente dietas ricas em gorduras, parece influenciar negativamente no controle da permeabilidade intestinal favorecendo o aumento da translocação bacteriana, e, portanto, tem sido alvo frequente de estudos. Nos últimos anos, a gordura interesterificada (GI) tem sido usada para substituir a gordura vegetal hidrogenada, rica em isômeros trans e tem sido utilizada em alimentos processados. Existem evidências de que a GI tenha efeitos metabólicos importantes, como ganho de massa corporal e intolerância à glicose assim como no perfil lipídico e desenvolvimento de aterosclerose. Dados recentes ainda não publicados pelo grupo demostraram que uma dieta suplementada com óleo de palma interesterificado é capaz de modular a expressão das citocinas pró-inflamatórias IL-1² e IL-6 em tecidos metabolicamente importantes como fígado e tecido adiposo branco de camundongos. Porém, os mecanismos envolvidos nos efeitos metabólicos e imunomodulatórios da GI ainda não são completamente compreendidos. Dessa forma, o objetivo deste estudo é avaliar o efeito da ingestão de gordura interesterificada na mucosa intestinal de camundongos swiss machos saudáveis ou obesos, determinando seus efeitos sobre a permeabilidade, bem como sua ação na imunomodulação da mucosa intestinal. Pretende-se, com isso, aumentar o entendimento do efeito metabólico da ingestão de GI, assim como subsidiar políticas públicas para uma possível regulação da utilização dessa gordura estruturada pela indústria de alimentos. (AU)