Busca avançada
Ano de início
Entree

ENZITERP: Biotransformações enzimáticas de terpenos para a produção de bioaromas

Processo: 20/06814-3
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2020 - 31 de maio de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Juliano Lemos Bicas
Beneficiário:Juliano Lemos Bicas
Instituição Sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Glaucia Maria Pastore ; Julian Martínez ; Marcus Bruno Soares Forte ; Ruann Janser Soares de Castro
Assunto(s):Bioquímica de alimentos  Aroma  Bioprocessos  Biotransformação  beta Caroteno  beta Ionona  alfa-Terpineol  Fermentação 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Alfa-terpineol | aroma | bioprocessos | fermentação | Bioquímica de Alimentos

Resumo

O mercado global de aromas está estimado para atingir US$ 26,3 bilhões em 2020, com uma demanda crescente por saudabilidade e consumo de produtos naturais. Neste sentido, a geração de aromas via biotransformação ganha cada vez mais força, devido a condições brandas de processo, com menor formação de resíduos tóxicos e preços potencialmente competitivos. O Brasil apresenta uma conjuntura ideal para fornecer bioaromas a partir da biotransformação de terpenos, pois possui abundância de substratos terpênicos a baixo preço e destaque internacional no desenvolvimento científico nesta área. Assim, o presente projeto tem como propósito estudar processos de produção de bioaromas por biotransformação de terpenos utilizando enzimas isoladas, ao invés de células microbianas, visando aumento de produtividade ao diminuir as limitações associadas à transferência de massa. O projeto proposto enfoca dois processos. O primeiro é a biotransformação de R-(+)-limoneno em R-(+)-±-terpineol a partir da enzima ±-terpineol deidratase de Sphingobium sp., em que se examinará a viabilidade técnica de utilizar CO2 supercrítico como meio reacional, para, além de aumentar o rendimento, otimizar a recuperação e purificação do R-(+)-±-terpineol. O segundo refere-se à biotransformação de ²-caroteno em ²-ionona pela enzima CCD1 produzida por cepa recombinante de S. cerevisiae, uma vez que os bioprocessos de produção ²-ionona até então relatados não atingem o rendimento exigido para um processo economicamente viável (pelo menos 1 g/L). Dessa forma, espera-se que este projeto possa atender demandas industriais por soluções biotecnológicas mais eficazes, rentáveis e robustas para produzir bioaromas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FELIPE, LORENA DE OLIVEIRA; BICAS, JULIANO LEMOS; BOUHOUTE, MERYEM; NAKAJIMA, MITSUTOSHI; NEVES, MARCOS A.. omprehensive study of alpha-terpineol-loaded oil-in-water (O/W) nanoemulsion: interfacial property, formulation, physical and chemical stabilit. NPJ SCIENCE OF FOOD, v. 5, n. 1, . (20/06814-3)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.