Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos exploratórios sobre fatores que afetam os desfechos de infecções de humanos com Leishmania infantum

Processo: 19/19789-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2020 - 31 de outubro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Isabel Kinney Ferreira de Miranda Santos
Beneficiário:Isabel Kinney Ferreira de Miranda Santos
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesquisadores associados: Carlos Henrique Nery Costa ; Luiz Gustavo Araujo Gardinassi
Assunto(s):Imunoparasitologia  Helminthes  Leishmaniose visceral  Leishmania infantum  Síndrome metabólica 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:ativação imune crônica | calazar | Helmintos | N-glicanas | Síndrome Metabólica | Translocação Microbiana | Imunoparasitologia

Resumo

A leishmaniose visceral (LV) é caracterizada por uma "tempestade de citocinas" e pode ser letal se não for tratada. A maioria das infecções com o agente etiológico é, no entanto, assintomática. Desnutrição e coinfecções com helmintos invasivos são fatores de risco conhecidos para LV. A atual dieta humana, insalubre, e o novo conceito da disfunção entérica ambiental (DEA) justificam reavaliar esses fatores. Perfis de N-glicanas de proteínas séricas afetam suas funções e são marcadores de padrão socioeconômico e de síndrome metabólica (SMet), doença inflamatória associada à translocação microbiana (TM). DEA também cursa com TM. A ativação imune crônica subsequente à TM associa-se a resposta imune deficiente. Em coorte de indivíduos controles ou infectados com L. infantum, de Teresina, PI, observamos que: a) pacientes com LV produzem padrões inflamatórios de N-glicanas em Fcs de IgGs; b) o transcriptoma de leucócitos do sangue periférico tem assinaturas indicando que células B diferem funcionalmente entre indivíduos que apresentam LV ativa ou curada ou infecções assintomáticas. Hipotetizamos agora que: SMet e DEA, frequentes na coorte, são fatores de risco para LV; perfis de N-glicanas de proteínas séricas associam-se a desfechos distintos de infecções por L. infantum; infestações com helmintos não invasivos protegem humanos contra SMet e, portanto, contra LV; perfis transcricionais de células B variam de acordo com desfechos de infecções por L. infantum. Temos soro, fezes, urina, e mRNA de células B purificadas e dados relevantes da coorte de Teresina. Avaliaremos assinaturas de: N-glicanas de proteínas séricas e de inflamação, SMet, DEA, TM e infecções com helmintos não invasivos. Geraremos e analisaremos transcriptoma de células B. Identificaremos biomarcadores para fatores de risco e orientar intervenções e diagnóstico de LV e obteremos informações para elucidar mecanismos de suscetibilidade à LV. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PORCINO, GABRIANE NASCIMENTO; BLADERGROEN, MARCO RENE; DOTZ, VIKTORIA; NICOLARDI, SIMONE; MEMARIAN, ELHAM; GARDINASSI, LUIZ GUSTAVO; COSTA, CARLOS HENRIQUE NERY; ALMEIDA, ROQUE PACHECO DE; SANTOS, ISABEL KINNEY FERREIRA DE MIRANDA; WUHRER, MANFRED. Total serum N-glycans mark visceral leishmaniasis in human infections with Leishmania infantum. ISCIENCE, v. 26, n. 7, p. 24-pg., . (19/19789-0, 16/18527-3, 15/07820-9)
TAKAMIYA, NAYORE TAMIE; ROGERIO, LUANA APARECIDA; TORRES, CAROLINE; LEONEL, JOAO AUGUSTO FRANCO; VIOTI, GEOVANNA; OLIVEIRA, TRICIA MARIA FERREIRA DE SOUSA; VALERIANO, KAROLINE CAMILA; PORCINO, GABRIANE NASCIMENTO; SANTOS, ISABEL KINNEY FERREIRA DE MIRANDA; COSTA, CARLOS H. N.; et al. Parasite Detection in Visceral Leishmaniasis Samples by Dye-Based qPCR Using New Gene Targets of Leishmania infantum and Crithidia. TROPICAL MEDICINE AND INFECTIOUS DISEASE, v. 8, n. 8, p. 25-pg., . (21/12464-8, 16/18527-3, 18/26799-9, 19/19789-0, 16/20258-0, 21/10358-6, 20/15771-6, 20/14011-8, 17/16328-6)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.