Busca avançada
Ano de início
Entree

Fisiopatologia e diagnóstico das infecções por alphavírus artritogênicos

Processo: 19/27333-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2020 - 31 de outubro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Luiz Tadeu Moraes Figueiredo
Beneficiário:Luiz Tadeu Moraes Figueiredo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados: Nuno Miguel Rodrigues Pascoal Faria ; William Marciel de Souza
Assunto(s):Arbovirus  Diagnóstico  Proteção cruzada  Vírus Chikungunya  Vírus Mayaro  Virologia 

Resumo

Os vírus Chikungunya (CHIKV) e Mayaro (MAYV) são arbovírus causadores de doença febril e acometimento articular. Além disso, recentemente as infecções por CHIKV estão sendo associadas a mortes nas Américas, cerca de 25% destas foram registrados em Fortaleza, Ceará, Brasil. Por outro lado, o MAYV é outro alphavírus artritogênico endêmico nas regiões norte e centro-oeste do Brasil, que também são endêmicas para CHIKV. Portanto, é importante entender os mecanismos imunológicos da prévia imunidade entre os alphavírus artritogênico, bem como decifrar o real impacto do MAYV para a saúde pública no Brasil. Deste modo, objetivamos; (i) estudar a epidemiologia genômica e mecanismos fisiopatológicos em pacientes que foram a óbito por CHIKV, (ii) elucidar os mecanismos imunológicos envolvidos na proteção cruzada entre os alphavírus artritogênico circulantes no país, e (iii) desenvolver um método diagnóstico molecular acurado, sensível e barato para o MAYV. Para isso, realizaremos análises multi-ômicas em amostras de pacientes infectados por CHIKV que sobreviveram ou que foram a óbito, com o objetivo de identificar os principais fatores virais ou do hospedeiro relacionados com a gravidade da doença. Também, avaliaremos os mecanismos imunológicos da proteção cruzada entre os alphavírus artritogênico utilizando modelos in vitro e in vivo, bem como desenvolveremos um método diagnóstico molecular e de baixo custo e fácil visualização para MAYV. Portanto, contribuiremos na compreensão sobre a evolução, epidemiologia, patogênese, e no desenvolvimento de diagnóstico para arbovírus causadores de importantes doenças humanas. (AU)