Busca avançada
Ano de início
Entree

Estratégias para a melhora dos coatings com moléculas bioativas nos implantes em osso comprometido: um estudo translacional

Resumo

A busca por estratégias que possam melhorar a qualidade do tecido ósseo formado o redor dos implantes envolve diferentes metodologias que vão desde o desenho sofisticado de implantes, passando pelos diferentes tratamentos de superfície, sempre visando a melhora das respostas celulares e a ativação de vias de sinalizações celulares que possam melhorar as respostas da dinâmica do tecido ósseo e permitindo um melhor suporte para os procedimentos de reabilitação que virão na sequência do tratamento.O objetivo desta proposta é iniciar e consolidar a colaboração entre laboratórios de pesquisa da UNESP/Araçatuba e da Universidade de Ilinois/Chicago que têm como foco a mesma questão: coo melhorar o reparo ósseo durante a osseointegração, utilizando diferentes metodologias: a avaliação de aspectos genéticos e moleculares do reparo ósseo e osseointegração e os modelos "in vivo" e a avaliação do reparo ósseo durante a osseointegração.A mobilidade que é proposta no projeto Sprint permitirá que cada pesquisador se familiarize com o laboratório e as metodologias do seu parceiro e ao final, um novo projeto de pesquisa será proposto, onde haverá a colaboração de ambos laboratórios, usando modelos in vivo, caracterizando osso comprometido durante o processo de reparo após a instalação de implantes, avaliando-se aspectos moleculares das vias de sinalização envolvidas durante as respostas celulares, especialmente quando diferentes recobrimentos com moléculas bioativas (coatings) serão aplicados à superfície dos implantes. (AU)