Busca avançada
Ano de início
Entree

Abordagens de biomarcadores para avaliar a exposição precoce a múltiplas micotoxinas na dieta

Processo: 19/21603-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de novembro de 2020 - 31 de outubro de 2025
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Carlos Augusto Fernandes de Oliveira
Beneficiário:Carlos Augusto Fernandes de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Leandra Náira Zambelli Ramalho
Pesq. associados:Alessandra Vincenzi Jager ; Carlos Humberto Corassin ; Fábio Enrique Lemos Budiño ; Fernando Gustavo Tonin ; Fernando Silva Ramalho ; Ivan Savioli Ferraz ; Luiz Antônio Del Ciampo
Assunto(s):Alimentos, dieta e nutrição  Alimentos infantis  Crianças  Micotoxinas  Cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas  Biomarcadores  Animais jovens 

Resumo

Micotoxinas são metabólitos secundários produzidos por fungos que ocorrem naturalmente em alimentos e que podem causar uma grande variedade de efeitos tóxicos em vertebrados, incluindo seres humanos. O fato de algumas micotoxinas serem carcinogênicas (aflatoxinas, por exemplo) e poderem ser detectadas em leite materno, alimentos e rações, constitui séria ameaça à saúde humana e animal, principalmente crianças e animais jovens devido a sua alta vulnerabilidade fisiológica. Este Projeto Temático é constituído por 8 sub-projetos (work packages, WP), com objetivos independentes e complementares para avançar o conhecimento sobre a exposição de crianças às micotoxinas através da dieta usando abordagens de biomarcadores e análises multi-micotoxinas em alimentos, bem como a determinação da biodisponibilidade in vitro de micotoxinas, e o desenvolvimento de produto lácteo funcional contendo biomassa de bactérias ácido láticas (BAL) e leveduras para reduzir a exposição às aflatoxinas através da dieta. Os objetivos específicos dos WP são: WP-1: Avaliar a exposição pré-natal de gestantes a micotoxinas na dieta em Ribeirão Preto/SP, usando biomarcadores de micotoxinas em tecidos fetais. WP-2: Avaliar a exposição de lactantes e bebês durante a lactação em Pirassununga/SP (em andamento, bolsa DR Fapesp, Proc. 2017/12956-2), e caracterização do risco associado. WP-3: Avaliar a exposição de bebês (e 1 ano e < 2 anos de idade), pré-escolares (e2 e <6 anos de idade), escolares (e6 e <10 anos) e adolescentes (e10 e <19 anos) de Ribeirão Preto/SP a múltiplas micotoxinas na dieta usando dados de alimentação e biomarcadores na urina, e caracterizar o risco associado. WP-4: Determinar o co-ocorrência de micotoxinas em fórmulas infantis, alimentos à base de frutas e cereais comercializados em Pirassununga/SP e Ribeirão Preto/SP. WP-5: Determinar a biodisponibilidade in vitro de micotoxinas regulamentadas no Brasil, e ajustar a avaliação da exposição de crianças às micotoxinas obtidas no WP-3 através de dados de alimentação e biomarcadores presentes na urina. WP-6: Desenvolver um iogurte funcional contendo biomassa de leveduras e BAL para reduzir a biodisponibilidade de aflatoxinas. WP-7: Avaliar a eficácia do iogurte funcional para diminuir os efeitos teratogênicos das aflatoxinas em ratas Wistar durante a gestação. WP-8: Avaliar a eficácia do iogurte funcional para diminuir os efeitos tóxicos das aflatoxinas, administradas isoladamente ou em conjunto com fumonisinas na ração, sobre leitões. (AU)