Busca avançada
Ano de início
Entree

Os vazamentos de petróleo e suas conseqüências nas dinâmicas söcio-ambientais e econômicas das comunidades pesqueiras do litoral de pernambuco

Resumo

Provocados pelos efeitos recentemente ocasionados pelos vazamentos de petróleo na natureza e na vida dos(as) pescadores(as) artesanais, pesquisadores(as) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e da Universidade do Estado de São Paulo (USP) buscam com o presente projeto compreender o grau dos impactos sociais, econômicos e ambientais gerados pelos vazamentos de petróleo na atividade pesqueira, e avaliar, a partir da coprodução do conhecimento junto às comunidades pesqueiras artesanais de 16 municípios litorâneos pernambucanos, conferir ênfase à dinâmica do trabalho, produção pesqueira, condições de vida e economia local, além de realizar um diagnóstico e mapeamento da vulnerabilidade social, bem como das possíveis soluções baseadas nas suas perspectivas próprias. A combinação de metodologias quantitativas (com base nos dados obtidos em campo) e qualitativa (história de vida) fundamentará o desenvolvimento da pesquisa, e permitirá uma abordagem comparativa (temporal e espacial). Serão também identificados os serviços ecossistêmicos afetados, assim como os impactos para a cadeia produtiva e população. Suprindo importantes lacunas de dados sobre as comunidades pesqueiras litorâneas, o presente projeto oferecerá também um diagnóstico socioeconômico atualizado, permitindo compreender, em sua última instância, os danos, riscos, sensitividade e capacidade adaptativa das diferentes comunidades. Durante oficinas locais, as etapas da pesquisa serão discutidas, além de aprimoradas as estratégias de educomunicação necessárias. A produção e disponibilização de dados/conhecimentos em diálogo com as comunidades e movimentos sociais da pesca - sobre uma temática inédita na história brasileira - permitirá um entendimento aprofundado do impacto dos vazamentos de petróleo na vida das comunidades do litoral de Pernambuco. Está prevista a produção tanto de artigos científicos, como de programas spots e mídias educativas - de audiovisual - para rádio e TV -, boletins, documentários e seminários sobre esta importante e trágica temática socioambiental. (AU)