Busca avançada
Ano de início
Entree

Matéria prima para fabricação de produtos cerâmicos via mip usando ligantes orgânicos solúveis em água

Processo: 20/05901-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de novembro de 2020 - 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Carlos Alberto Alves Cairo
Beneficiário:Carlos Alberto Alves Cairo
Empresa:Teccer Indústria e Comércio de Produtos Cerâmicos Ltda
CNAE: Fabricação de produtos cerâmicos não-refratários não especificados anteriormente
Município: Cravinhos
Bolsa(s) vinculada(s):21/01000-0 - Matéria prima para fabricação de produtos cerâmicos via MIP usando ligantes orgânicos solúveis em água, BP.PIPE
Assunto(s):Processos de fabricação  Materiais cerâmicos  Moldagem por injeção  Alumina  Ligantes  Sinterização 

Resumo

A moldagem por injeção de pós é uma tecnologia de fabricação de componentes cerâmicos e metálicos de geometrias complexas, cujas formas não são possíveis de se obter por outras técnicas tradicionais de conformação. O sucesso desse processo depende da utilização de uma matéria prima, conhecida por "feedstock", que apresenta propriedades reológicas específicas só obtidas com o uso temporário de aditivos orgânicos para conferir plasticidade ao pó inorgânico. No entanto, a posterior extração destes aditivos na peça injetada anterior à sinterização, é uma etapa vital do processamento em consequência da complexidade dos processos de degradação e evaporação dos materiais orgânicos envolvidos, que nos "feedstocks" mais utilizados devem ser eliminados pelo aquecimento em fornos. Essa etapa consome um longo tempo, até 15 dias, e demanda investimentos em um preciso sistema de controle do processo e, via de regra, resulta num índice de perdas altíssimo por inchamento e trincas das peças injetadas, com o consequente aumento dos custos de produção. O propósito deste projeto é o estudo da viabilidade de se produzir um "feedstock", indisponível no mercado nacional, utilizando polímeros solúveis em água na sua composição, na expectativa de viabilizar a produção e aumentar a competitividade da indústria nacional. O sucesso deste projeto tem o potencial de encaminhar uma solução da produção para o desenvolvimento dos mercados de produtos cerâmicos e metálicos injetados, ainda inexplorados no país, mas que já demonstra forte demanda pela tecnologia. A tecnologia pretendida contempla o desenvolvimento de um sistema composto de um ligante primário + ligante solúvel em água + surfactante. Nesse sistema, a retirada do ligante solúvel ocorre pela dissolução em água criando uma rede de canais interconectados que vão facilitar a saída dos ligantes insolúveis na etapa de sinterização. Todo o processo é concluído em tempos aproximados de 6 horas, de tal forma que propiciará ganhos significantes na produção (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)