Busca avançada
Ano de início
Entree

Plantas de cobertura afetando a disponibilidade de fósforo de menor labilidade: efeitos na produção do milho e na qualidade do solo sob irrigação por pulso

Processo: 19/25314-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2021 - 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Convênio/Acordo: CONFAP - Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa
Pesquisador responsável:Paulo Sergio Pavinato
Beneficiário:Paulo Sergio Pavinato
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Pesq. associados:Amin Soltangheisi ; Márcio Aurélio Lins dos Santos ; Maurício Roberto Cherubin
Assunto(s):Química do solo  Fertilidade do solo  Fertilizantes fosfatados  Fósforo  Qualidade do solo  Plantas de cobertura  Irrigação por pulsos  Irrigação de precisão 

Resumo

Os solos brasileiros de maneira geral apresentam alta adsorção de fósforo (P), mas o manejo e as plantas têm potencial para melhorar a exploração deste nutriente em ambientes restritivos. As plantas de cobertura têm meios específicos de solubilizar P para melhorar sua absorção. Dessa forma, este projeto objetiva avaliar as alterações na disponibilidade e nas frações que o P do solo, e nos atributos químicos, físicos e biológicos do solo, sob cultivos de plantas de cobertura, associadas ao efeito residual da adubação fosfatada no cultivo de verão, em duas condições: inverno húmido do Sul (PR) e inverno seco do Nordeste (AL). Além disso, avaliar o efeito do fracionamento da água de irrigação em sistema de gotejamento no desenvolvimento de plantas de cobertura e no aproveitamento do P proveniente dos fertilizantes em condições de restrição hídricas de Arapiraca-AL. A presente proposta tem como intenção, o desenvolvimento de pesquisa colaborativa entre docentes pesquisadores da UFAL e da ESALQ/USP e propõe a instalação de dois experimentos de campo durante dois anos agrícolas com plantas de cobertura e fontes de fósforo solúvel e reativa: 1) na área experimental da Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca, e 2) na área experimental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Dois Vizinhos, PR, sob responsabilidade do pesquisador da ESALQ/USP. Em cada local serão estabelecidos experimentos, avaliação plantas de cobertura e fontes fosfatadas, sendo que em Alagoas também será avaliado o efeito da forma de irrigação no cultivo tanto das coberturas como da cultura comercial, no caso o milho. Os resultados esperados são do melhor entendimento da dinâmica do P em condições distintas de solo e disponibilidade de água, bem como uma boa interação entre os grupos de pesquisa, resultando em publicações científicas de alto impacto. (AU)