Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão e avaliação biológica de proteínas recombinantes da glândula salivar de Simulium pertinax que agem no sistema hemostático

Processo: 20/08863-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2021 - 30 de junho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Geraldo Santana Magalhães
Beneficiário:Geraldo Santana Magalhães
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Andrea de Barros Pinto Viviani Cunha ; Eliana Faquim de Lima Mauro ; Keith Miller ; Peter Nicholas Strong
Assunto(s):Transcriptoma  Insetos hematófagos  Proteínas recombinantes 

Resumo

Os insetos que se alimentam de sangue causam uma ampla gama de problemas em humanos e outros vertebrados, variando de irritações na pele à transmissão de uma variedade de patógenos que podem resultar em doença aguda, debilitação ou morte. Neste sentido, os insetos da família Simuliidae, conhecidos também como moscas-negras ou borrachudos, apresentam importância médica e econômica, especialmente nas áreas rurais e litorâneas, uma vez que suas picadas causam prurido intenso e irritação e são vectores de diversas doenças, entre as quais a oncocercose (cegueira dos rios) e a mansonelose. O gênero inclui mais de 2300 espécies e no Estado de São Paulo, destaca-se o Simulium (Chirostilbia) pertinax que, devido a sua ampla distribuição, densidade e hábito hematófago voraz, tem sido submetido a campanhas de controle. Diversos compostos farmacologicamente ativos estão presentes na glândula salivar destes insetos e exercem um papel crucial para facilitar sua alimentação sanguínea como anticoagulantes, fatores antiplaquetários, vasodilatadores, imunomoduladores, anti-inflamatórios, entre outros. Devido a particularidade de agir com grande eficiência no sistema hemostático, o estudo da composição da saliva destes insetos pode ser benéfico para a descoberta de novas drogas anti-hemostáticas. Contudo, devido a pequena quantidade destas moléculas na saliva destes insetos, sua purificação é muito trabalhosa e muitas vezes impossível, o que dificulta sua caracterização bioquímica. Assim, alguns trabalhos realizam o transcriptoma da glândula salivar com o intuito de desvendar o perfil de genes expressos, abrindo dessa forma a possibilidade de obter diversas proteínas na forma recombinante. Com esta abordagem em mente, neste projeto pretendemos realizar o transcriptoma de S. (C.) pertinax a fim de detalhar o perfil de expressão gênica da glândula salivar desta espécie e pretendemos analisar em profundidade os transcritos envolvidos no sistema hemostático e posteriormente cloná-los e expressá-los em sistema heterólogo para avaliar suas atividades biológicas. Esta abordagem poderá permitir a identificação de novas proteínas que agem no sistema hemostático e dessa forma contribuir para o desenvolvimento de drogas com atividades terapêuticas tanto para humanos quanto para animais. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)