Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito spillover das Áreas Marinhas Protegidas: uma avaliação dentro e fora de áreas de exclusão de pesca ao redor das Unidades de Conservação

Resumo

A contribuição deste projeto envolve avaliar o uso de métodos simples que possam ser aplicados em quaisquer Áreas Marinhas Protegidas (AMPs) para uma possível estimativa, delineamento e ampliação das áreas de exclusão de pesca no entorno de referenciais emersos (por exemplo, ilhas, parcéis ou lajes). A expectativa é a de poder redefinir o tamanho de AMPs a partir da expansão da zona de exclusão. Como UC-modelo, propõe-se o Parque Estadual da Ilha Anchieta (PEIA) para a avaliação da eficácia do modelo em sugerir a ampliação dos limites do parque para a área marinha adjacente. Para cumprir este objetivo, três etapas principais são propostas: 1 - caracterizar os habitat da região do entorno do PEIA, através de sonar de varredura lateral; 2 - verificar se há exportação de biomassa da atual área de exclusão de pesca para as áreas adjacentes, em níveis de distância associados aos habitat identificados, através: a - da estimativa dos valores de abundância e biomassa acumulados e a detecção de gradientes de abundância da borda da zona de exclusão decrescentes em relação à distância desta (1000 e 3000 m); b - da recaptura de exemplares fora das áreas da borda da zona de exclusão de pesca e da construção de modelos single season, que podem produzir estimativas de probabilidade de ocupação das áreas adjacentes por distância. Propõe-se, também, estudar o comportamento de espécies-chave como forma de se verificar o uso da área em seus ciclos de vida. (AU)