Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto das mudanças do clima e da perda da biodiversidade na força das interações tróficas em ecossistemas costeiros

Resumo

As mudanças do clima e a perda da diversidade podem influenciar na estruturação das comunidades via alteração das interações tróficas. Os efeitos de tais estressores são variados, podendo até levar a extinção de espécies. Porém, existe uma lacuna sobre o efeito combinado de tais estressores sobre a estrutura das comunidades e os processos ecossistêmicos. Na presente proposta, por meio de uma abordagem experimental, avaliaremos os efeitos de tais estressores usando dois tipos de interação trófica como modelos: predação (peixes e caranguejos) e herbivoria (anfípodes e algas). As questões norteadoras são: 1) Como o aumento da temperatura e a acidificação oceânica afetam a interação entre consumidores e presas? Esperamos evidenciar que as mudanças do clima afetarão não apenas os organismos de maneira isolada, mas também as interações tróficas, com consequências para o predador (comportamento e fisiologia) e para a presa (comportamento), o que irá influenciar a dinâmica dessa interação. 2) Como a perda da diversidade de consumidores afeta a intensidade da interação entre consumidores e presas? Pretendemos apresentar o efeito da riqueza de espécies de herbívoros sobre a produtividade primária e secundária do sistema. 3) Como o aumento da temperatura e a perda da diversidade de consumidores afetam, de forma simultânea, processos de um ecossistema? O efeito simultâneo dos estressores será avaliado usando como modelo a interação entre herbívoros e algas. O presente estudo contribuirá para prever como as mudanças do clima e a perda da diversidade podem afetar a interação entre as espécies e, consequentemente, o funcionamento dos ecossistemas. (AU)