Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação de potássio em plantas de cobertura antes da semeadura do algodão como uma estratégia de adubação em solos arenosos

Processo: 20/14436-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de fevereiro de 2021 - 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Fábio Rafael Echer
Beneficiário:Fábio Rafael Echer
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Potássio  Produtividade 

Resumo

Gramíneas do gênero Urochloa são usadas como culturas de cobertura em sistemas de cultivo tropical sob plantio direto para melhorar a ciclagem de nutrientes. Nossa hipótese é que o potássio (K) aplicado à ruzigrass (Urochloa ruziziensis) cultivada antes do algodão em um solo arenoso poderia ser ciclado em tempo hábil e garantir nutrição, rendimento e qualidade das cultivares de algodão sem a necessidade de aplicação parcelada de K.Os experimentos de campo foram realizados com diferentes manejos de K, aplicados á ruzigrass, ao algodão cultivado após a ruziziensis e sem ruziziensis, ou dividido como é feito convencionalmente. Nenhuma diferença de produtividade foi observada nos tratamentos fertilizados com K. A 0 K, as produtividades do algodão foram baixas, mas aumentaram 16% quando a ruziziensis foi cultivada antes, e o índice de fibras curta foi menor quando havia mais K disponível. A ruziziensis cultivada antes do algodão aumentou o micronaire tanto quanto a aplicação de 116 kg ha-1 de K sem a ruziziensis. A maturidade da fibra foi maior quando o K foi aplicado na ruziziensis ou dividido na ruziziensis e no algodão. O cultivo de ruziziensis antes do algodão permite a fertilização precoce com K, ou seja, a aplicação de todo o fertilizante na ruziziensis, uma vez que o nutriente é reciclado e a nutrição com K do algodão não é prejudicada. Eventualmente, as taxas de K podem ser reduzidas como resultado da maior eficiência dos sistemas. (AU)