Busca avançada
Ano de início
Entree

BIOS - produtos biotecnológicos: suplemento nutricional aplicado ao melhoramento do desempenho animal

Processo: 20/05915-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - PIPE
Vigência: 01 de janeiro de 2021 - 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Claire Juliana Francisco
Beneficiário:Claire Juliana Francisco
Empresa:SMBR Technology Ltda
CNAE: Representantes comerciais e agentes do comércio de matérias-primas agrícolas e animais vivos
Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais
Atividades profissionais, científicas e técnicas não especificadas anteriormente
Município: Botucatu
Pesquisadores principais:
Igor Otavio Minatel
Pesq. associados:Adjaci Uchôa Fernandes ; Roberta Hilsdorf Piccoli
Bolsa(s) vinculada(s):21/06677-9 - Melhoramento do Desempenho Zootecnico de Tilapia Oreochromis niloticus em bioflocos, BP.TT
21/00950-5 - BIOS - Produtos Biotecnologicos: Suplemento Nutricional Aplicado ao Melhoramento do Desempenho Animal, BP.BIOTA.PIPE
Assunto(s):Biotecnologia  Piscicultura  Organismos aquáticos  Índices zootécnicos  Probióticos  Simbióticos  Suplementos alimentares para animais  Desempenho animal 

Resumo

Nos últimos seis anos a produção aquícola Brasileira apresentou um crescimento de 31%, passou de 578.800 t (2014) para 758.006 t (2019). Somente a produção de tilápia representou 57% (432.149 t) de toda piscicultura Brasileira em 2019. Colocando o país em 4ª posição entre os maiores produtores de tilápia. Assim, esse crescente setor de aquicultura tem desafiado o desenvolvimento de estratégias sustentáveis para melhorar a utilização de alimentos, controle de doenças e redução do uso de antibióticos na produção de animais. Isso poderia ser minimizado com a tecnologia de bioflocos (BFT), o que poderia melhorar a produtividade líquida em 8-43% para algumas espécies de aquicultura, quando comparado a sistemas não bioflocos. Com base nas evidências que sugerem o biofloco como um sistema simbiótico (probiótico + prebiótico), a empresa SMBr Technology LTDA testou um sistema combinado de alimentação com bioflocos, reduzindo em 70% o consumo comercial de ração. Adicionalmente, o ciclo de produção foi reduzido em 15 dias, mantendo a curva de crescimento dentro de parâmetros aceitáveis para a espécie estudada, a tilápia, Oreochromis niloticus. Produzindo assim, proteína animal livre de antibióticos para consumo humano. No entanto, levantamos a hipótese de que, se biofloco for melhor caracterizado, a tecnologia e seus subprodutos podem ser melhorados pela modulação da constituição da microbiota do biofloco. Assim, este projeto tem como objetivo caracterizar o biofloco e produzir suplementos nutricionais simbióticos para a indústria da aquicultura e contribuir para a produção de proteína animal livre de antibióticos e isso está de acordo com a Organização Mundial de Saúde (2017), que incentiva o aumento da pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias para combater a resistência antimicrobiana e o esperado mercado global de probiótico ($136,5 bilhões) e prebiótico ($7 bilhões) até 2024. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)