Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de nanocompósito (carbono-grafeno) associado a células-tronco mesenquimais para reconstrução de defeitos ósseos maxilo-faciais

Processo: 20/12954-2
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2021 - 31 de março de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Daniela Franco Bueno
Beneficiário:Daniela Franco Bueno
Instituição Sede: Hospital Sírio-Libanês. Sociedade Beneficente de Senhoras (SBSHSL). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Adriana Franco Paes Leme ; Akishige Hokugo ; Guilherme Frederico Bernardo Lenz e Silva ; Mariane Tami Amano ; Patricia de Almeida Mattos ; Rachel Riera ; Roberta Martinelli Carvalho ; Terumi Okada Ozawa ; Tiago Lazzaretti Fernandes
Assunto(s):Biomateriais  Carbono  Fenda labial  Grafenos  Bioengenharia 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Biomaterial | carbono | Fissura labiopalatina | Grafeno | Bioengenharia de tecidos

Resumo

A fissura lábio palatina (FLP) é a malformação craniofacial congênita mais comum observada ao nascimento. Com o objetivo de eliminar a morbidade da região doadora de osso, melhorar a qualidade de vida dos pacientes portadores de FLP e reduzir o custo envolvido no tratamento destes pacientes diversas estratégias de bioengenharia de tecido ósseo vem sendo desenvolvidas. No Brasil, nosso grupo de pesquisa por intermédio do desenvolvimento do projeto de Bioengenharia de Tecidos para portadores de malformações craniofaciais do PROADI-SUS (25000.009809/2018-65) utilizou células tronco de polpa de dentes decíduos associadas a um biomaterial em estudos clínicos para reconstruir o osso alveolar dos Pacientes fissurados e obtivemos sucesso utilizando esta estratégia de bioengenharia de tecido ósseo no fechamento da fissura óssea alveolar (clinicaltrial.gov: NCT01932164 and NCT03766217; Tanikawa et al, 2020). No entanto, o biomaterial utilizado neste projeto tem lenta reabsorção e para os pacientes portadores de FLP seria ideal a utilização de um biomaterial de reabsorção mais rápida e preferencialmente com um menor custo. Portanto, o objetivo do presente estudo é realizar a fase de medicina translacional para testar a efetividade do uso de biomateriais genuinamente brasileiros, de baixo custo, com rápida reabsorção, visando seu uso futuro em bioengenharia de tecido ósseo para os portadores de FLP. Será avaliado o potencial de formação de osso alveolar utilizando biomateriais (scaffolds) de carbono/grafeno isoladamente e também associados a células-tronco mesenquimais provenientes da polpa de dentes decíduos humano. Este estudo será realizado em animais de médio porte, mini pigs, com o peso aproximado das crianças portadoras de FLP na idade do enxerto ósseo. Os custos para produção do biomaterial de carbono com e sem grafeno serão comparados e uma análise de custo-efetividade será realizada. Como desfecho deste projeto, espera-se encontrar um material ideal para o tratamento de fissura lábio palatina por bioengenharia de tecido que tenha reabsorção mais rápida e custo inferior ao biomaterial importado (Bio-Oss Collagen®, Geistlich) que vem sendo utilizado para bioengenharia de tecido ósseo alveolar de portadores de fissuras lábio palatinas no Brasil (Projeto PROADI-SUS 25000.009809/2018-65 triênio 2018-2020). Para atingir nossos objetivos vamos associar a expertise da equipe do departamento de engenharia de materiais da POLI-USP no desenvolvimento de biomateriais de carbono/grafeno com a expertise da equipe do Hospital Sírio-Libanês em células tronco visando desenvolver uma nova estratégia de bioengenharia de tecido para utilização futura em estudos clínicos. Além disto, contaremos com a colaboração de Pesquisadores do CNPEM e da Universidade da Califórnia Los Angeles para análise das estratégias de bioengenharia de tecidos e do osso neoformado. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)