Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação da variabilidade genética, expressão in vitro e in vivo, e propriedades funcionais dos homólogos de IL10 do Citomegalovírus humano

Resumo

O Citomegalovírus Humano (HCMV) pode causar uma variedade de patogenias que podem levar à morte deindivíduos imunocomprometidos e neonates. O ciclo do HCMV compreende uma fase lítica (produtiva) e umalatente (não produtiva). A infecção lítica ocorre em uma variedade de células diferenciadas. Já a infecção latente tem sido menos estudada, no entanto um sítio caracterizado de latência são as células da linhagem precursora mielóide. Todos os genes virais são expressos durante infecção lítica e alguns destes genes são transcritos durante latência. O gene UL111A que codifica a proteína viral IL10, homóloga da IL110 humana, é um destes genes. Durante infecção, diferentes transcritos de UL111A são produzidos por splicing alternativo. As isoformas mais estudadas são cmvIL-10 (também chamado de transcrito A) e LAcmvIL-10 (também chamado de transcrito B), este último sendo um transcrito caracterizado de latência. Ambas as isoformas são capazes de inibir aexpressão de MHC II nas células, no entanto diferem em vários propriedades imunomodulatórias, como aabilidade de se ligar ao receptor de IL10 e induzir sinalização de STAT3. Existem outras isoformas, identificadas e expressas por splicing alternativo durante infecção lítica denominadas C, D, E, F e G, no entanto não foram estudadas e não se sabe suas funções. Este projeto visa estudar as propriedades funcionais das isoformas de IL10 do HCMV, em especial isoformas C, D, E, F, G e H, sendo esta última identificada em nosso laboratório. Além disso, propomos investigar a expressão e níveis relativos dos transcritos em amostras de indivíduos com infecção lítica (imunosuprimidos) e latente (indivíduos soropositivos para HCMV e saudáveis). Ainda visamos analisar a variabilidade no gene UL111A e verificar sua relação com doença causada pelo vírus. (AU)