Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da bioacumulação e toxicidade de nanomateriais anti-incrustantes inovadores em invertebrados marinhos neotropicais e subtropicais

Resumo

Desde o banimento do tributilestanho (TBT) como agente biocida, vários compostos têm sido testados como princípio ativo de tintas anti-incrustantes, como o DCOIT, ou Sea-Nine (4,5-dicloro-2-n-octil-4-isotiazolina-3-um), o qual tem sido utilizado na formulação de tintas anti-incrustantes de terceira geração. Nanomateriais também vêm sendo usados como antimicrobianos, em especial a nanopartícula de prata (AgNP). Atualmente, novos compostos de ação anti-incrustante vêm sendo desenvolvidos, agregando nanocápsulas de sílica impregnadas de prata e contendo DCOIT, visando diminuir os riscos ambientais e aumentar a efetividade da ação anti-incrustante. Contudo, existem poucos estudos relatando os efeitos ecotoxicológicos dessas substâncias isoladas e combinadas sobre organismos não-alvo e seus riscos ecológicos; além disso, seus mecanismos de ação em níveis celular e bioquímico ainda são pouco compreendidos. O objetivo do presente projeto é determinar a toxicidade de sais de Ag, do DCOIT, de nanocápsulas de sílica simples e impregnadas de prata, assim como as respectivas nanocápsulas contendo DCOIT para espécies de invertebrados marinhos, assim como elucidar os principais mecanismos de ação dessas substâncias, de forma a fornecer algumas informações sobre os riscos ecológicos relacionados com esses novos biocidas. Para tal serão realizados testes de toxicidade crônica e aguda, usando as seguintes espécies: Nitocra sp. (Copepoda), Tiburonella viscana (Amphipoda), Kalliapseudes schubartii (Tanaidacea), embriões de mexilhão Perna perna (Bivalvia) e ouriço do mar Echinometra lucunter (Echinodermata), e Artemia sp (Anostraca). Os respectivos mecanismos de ação a nível celular e bioquímico serão analisados através de técnicas de biomarcadores bioquímicos (GST, GSH, GPx, Lipoperoxidação, Danos em DNA, ATPases, e Caspases), celulares (Vermelho neutro) e histológicos, utilizando como organismo-teste o molusco Perna perna, para detectar os efeitos biológicos provenientes da exposição a concentrações ambientalmente relevantes desses compostos. Tal proposta tem caráter inovador, pois se trata do primeiro estudo a considerar os efeitos tóxicos desse conjunto de substâncias sobre organismos não-alvo de ambientes neotropicais. Os resultados obtidos fornecerão importantes informações para o desenvolvimento de novos materiais anti-incrustantes, assim como sobre os efeitos e riscos ecológicos da contaminação ambiental por esses compostos, gerando dados que poderão auxiliar na elaboração de ferramentas para a redução dos impactos ambientais por essas tintas, seu biomonitoramento, além de gerar subsídios para futuras legislações ambientais (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE CAMPOS, BRUNO GALVAO; DO PRADO E SILVA, MARIANA BRUNI MARQUES; AVELELAS, FRANCISCO; MAIA, FREDERICO; LOUREIRO, SUSANA; PERINA, FERNANDO; DE SOUZA ABESSA, DENIS MOLEDO; MARTINS, ROBERTO. Toxicity of innovative antifouling additives on an early life stage of the oyster Crassostrea gigas: short- and long-term exposure effects. Environmental Science and Pollution Research, . (20/03004-0, 19/19898-3, 18/25379-6, 17/10211-0, 19/24945-0)
DE CAMPOS, BRUNO GALVAO; FONTES, MAYANA KAROLINE; GUSSO-CHOUERI, PALOMA KACHEL; MARINSEK, GABRIELA PUSTIGLIONE; NOBRE, CAIO RODRIGUES; MORENO, BEATRIZ BARBOSA; LEMOS ABREU, FIAMMA EUGENIA; FILLMANN, GILBERTO; MARI, RENATA DE BRITTO; DE SOUZA ABESSA, DENIS MOLEDO. preliminary study on multi-level biomarkers response of the tropical oyster Crassostrea brasiliana to exposure to the antifouling biocide DCOI. Marine Pollution Bulletin, v. 174, . (17/10211-0, 17/04970-5, 20/03004-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.